Review: Mother of Fuzz Stomp Audio Labs

Published on junho 16th, 2017

Acabamento/Construção/Embalagem

Esse é o terceiro pedal da Stomp Audio Labs que passa por uma avaliação nossa (confira os outros reviews aqui e aqui) e o excelente padrão de acabamento da empresa se mantém. Se no surgimento da marca era uma surpresa que um fabricante iniciante demonstrasse tanto cuidado com construção e acabamento, já passa a ser uma característica inerente aos produtos da Stomp. O pedal tem uma excelente pintura, sem qualquer tipo de falha, num vermelho muito bonito. A escolha de fontes também passa muito bem a mensagem sobre o tipo de pedal, fazendo com que o usuário tenha várias referências.

A construção segue o padrão do acabamento, com bons componentes e uma placa muito bem montada e organizada. A atenção e cuidado com os detalhes é inspiradora. É um pedal True By-pass e pode ser alimentado por bateria ou fonte padrão.

A embalagem dos pedais é simples, mas uma idéia muito boa fez todo o diferencial: eles acrescentaram uma “luva” personalizada de acordo com o modelo. Uma solução simples que deu uma aparência diferenciada ao produto. Acompanham o pedal, palheta, adesivos e um ótimo manual do usuário, bem detalhado.

Timbres

O Mother of Fuzz é um fuzz que se utiliza de transistores de germânio (segundo o fabricante, oriundos da antiga união soviética) que são responsáveis pela assinatura sonora do modelo. É um fuzz que oferece bastante ganho, mas que também limpa muito bem com o controle de volume da guitarra, o que permite uma quantidade bastante interessante de possibilidades.

O controle de tone é bem efetivo, oferecendo várias sonoridades distintas durante o seu curso. Se você busca um fuzz gordo repleto de graves ou aquela sonoridade cortante e magra, o Mother of Fuzz pode lhe oferecer isso apenas ajustando o controle de tonalidade.

Senti falta de um pouco mais de volume de saída no pedal. Em comparação com outros drives e fuzzes ele tem menos volume, o que obriga você a deixar o volume praticamente no máximo o tempo todo para equiparar o sinal. Segundo o fabricante, é uma característica desse projeto. Não é nada que desabone o pedal, mas em algumas situações me fez falta.

O Mother of Fuzz é uma opção interessante para quem gosta de fuzz. O seu controle de tonalidade vai facilitar a adequação do pedal em praticamente qualquer set. Mais um produto muito bem feito no Brasil que vale a pena ser conhecido e conferido.

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

São apenas os três controles tradicionalíssimos em pedais de saturação: Volume, Tone e Ganho. A grande sacada do pedal (como dito anteriormente) é o controle de tonalidade, que oferece diversas possibilidades e facilita a utilização com diferentes tipos de guitarras e amplificadores. Rapidamente você vai conseguir entender a proposta do pedal e vai conseguir extrair ótimas sonoridades dele.

Regulagem Favorita

Vol: 17:00h

Tone: 11:00;

Ganho: 13:00h