Review: Disaster Transport Sr Earthquaker Devices

Published on dezembro 22nd, 2017

 

Acabamento/Construção/Embalagem

A Earthquaker Devices já é conhecida por ter um ótimo padrão de acabamento nos seus produtos. O Disaster Transport Sr. não poderia seria diferente, mesmo adotando um padrão mais “sóbrio” nesse modelo. O pedal é pintado numa cor prata com inscrições em preto. Um detalhe é que talvez seja difícil identificar bem os knobs em palcos mais escuros. São muitos controles e as inscrições bem pequenas.

A construção é bastante robusta. A parte interior é muito bem montada com placas e fios muito bem montados e organizados. Se trata de um pedal bem grande que vai ocupar um bom espaço no seu pedalboard. Mesmo com dois delays e um reverb, o pedal pode ser alimentado por uma fonte de 9v (padrão Boss). O pedal possui três footswitches: Um para cada delay e um de bypass para acionamento do efeito. E o Disaster Transport Sr. é true bypass.

A embalagem que eu tenho do pedal ainda é a antiga, no padrão caixa branca. Mas o fabricante reformulou a embalagem, acrescentando ainda mais ao produto e a marca. O pedal embalado num saquinho de pano e acompanham catálogo, manual, adesivos e plaheta!

Timbres

O Disaster Transport Sr. possui um voicing bem expansivo e grandioso e um toque de reverb que proporciona “cor” nas repetições analógicas. O Delay A oferece de 30ms a 600ms de delay. O Delay B pode oferecer até 300ms de atraso. A modulação do modelo é bastante interessante e pode oferecer a você sonoridades que lembrem o clássico Deluxe Memory Man.

O Delay A vai te proporcionar aquelas sonoridades mais longas, para viagens sonoras “a lá” The Edge. Se você curte sonoridades atmosféricas ou de explorar delays rítimicos, vai se divertir bastante. E a modulação pode ser bem presente. Dependendo das configurações de mix e depht você pode alcançar aquela sonoridade entre chorus e rotary speaker.

O Delay B por ser mais curto vai proporcionar ótimas sonoridades para slapback. E essa capacidade de alternar entre os dois delays, de um mais longo para outro configurado para slapbacks torna esse pedal realmente especial. O reverb também faz parte das configurações do delay B, o que que significa que você pode combinar delays curtos com grandes doses de reverb, oque é uma combinação excelente!

Mas a grande sacada do Disaster Transport Sr. é o knob bleed. Ele permite que você controle a relação entre os dois delays. Quando ele está completamente no sentido anti-horário coloca os delays em paralelo, tornando-os unidades distintas e separados. Dependendo da quantidade de reverb, modulação e da complexidade da quantidade de repetições, pode-se conseguir sonoridades exuberantes utilizando os dois delays. Com os dois delays acionados e o controle bleed posicionado no zero torna o sinal parte paralelo parte em série, o que faz com que parte do sinal do delay A passe pelo Delay B.

A quantidade de sonoridades e possibilidades que você pode extrair desse pedal é assustadora! Se você curte aquelas sonoridades de delay de fita ou gosta de viajar loucamente em delays psicodélicos vai se esbaldar no Disaster Transport Sr.!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

A quantidade de knobs certamente vai assustar alguns, mas a operação do Disaster Transport Sr. não é das mais complicadas. Os knobs na parte superior do pedal controal os parâmetros para o Delay A. Além disso, rate e depht para modulação e o controle bleed. Os knobs na parte inferior controlam o delay B e a intensidade do reverb. As possibilidades utilizando dois delays é enorme, então vale a pena investir um tempo pesquisando tudo o que o pedal pode proporcionar e achar o seu som. Vai ser pura diversão!

Regulagem Favorita

Time A: 14:00h

Repeats A: 13:00h

Mix A: 12:00h

Depth: 09:00h

Rate: 09:00h

Bleed: 12:00h

Reverb: 11:00h

Mix B: 12:00h

Repeats B: 11:00h

Time B: 11:00h