Review: Dirty Little Secret Catalinbread

Published on Março 16th, 2018

Acabamento/Construção/Embalagem

A Catalinbread já é um empresa muito bem estabelecida no mercado e parte do sucesso é devido ao cuidado com que a empresa cuida dos seus produtos. O Acabamento do modelo analisado (Dirty Little Secret) é impecável. As cores escolhidas formam uma ótima combinação conferindo muita personalidade ao pedal. Achei as fontes um pouco confusas e pequenas para ler, especialmente no palco.

A construção é bem limpa e organizada, com ótimos componentes e uma placa muito bem montada. Os componentes e peças do pedal são de ótima qualidade e fornecem uma sensação de robustez. O Dirty Little Secret pode ser alimentado por fonte padrão com 9v ou 18v e também com bateria. O único detalhe que eu não curti foi o posicionamento da entrada da fonte, localizada na lateral do pedal, próximo ao out, o que pode atrapalhar caso você queira utilizar um cabo tipo “L”. O que ameniza isso é que dificilmente um pedal como esse vai ser utilizado como último na cadeia de sinal. Então segue o jogo. O pedal ainda conta com um switch interno que permite ao usuário selecionar entre dois “modos”: Super Lead ou Super Bass e um controle de presença (também interno).

A embalagem dos produtos da Catalinbread é personalizada e acrescenta um charme especial ao produto. O pedal vem embalado num saquinho de pano e acompanham uma palheta e um adesivo do fabricante. Senti falta de um manual, falando sobre as características do pedal.

Timbres

Se tem um timbre quase mítico, que permeia o imaginário de quase todos os guitarristas é o dos amplificadores Marshall da década de 70. A proposta do Dirty Little Secret é exatamente proporcionar esses timbres clássicos dos Marshall Super Lead e Super Bass do início da década de 70. E dá pra dizer que o pedal faz um ótimo trabalho!

A primeira coisa que eu gostaria de destacar é a seção de equalização do pedal com suas três bandas. Os controles de graves, médios e agudos trabalham para oferecer uma ótima variação de possibilidades e um amplo alcance das frequências. A interação entre os controles é intensa e eles influenciam uns nas sonoridades dos outros Eles ajudam muito a adequar o pedal a qualquer guitarra e amplificador que esteja à disposição do guitarrista.

Se você gosta das sonoridades dos amplificadores Marshall e não tem grana para ter um modelo que valha a pena ou tem um mas não dá para levar em todas as Gigs, o DLS é uma opção incrível. É óbvio que não é um substituto para um bom amplificador. O volume e pressão sonoras de um amplificador são inigualáveis. Mas o pedal fala e fala muito! Utilizei-o em diferentes amplificadores e guitarras e o resultado em todas as ocasiões foi por demais satisfatório. Inclusive oferecendo bons timbres em amplificadores transistorizados. O controle de ganho oferece diferentes texturas indo do rock clássico até um heavy metal sem muitas dificuldades. Preciso confessar que explorei muito pouco o modo Super Bass. Esse modo oferece um pouco menos de ganho e graves mais profundos que o Super Lead, que possui uma maior ênfase nos médios.

Vale a pena abusar do controle de volume da sua guitarra em conjunto com o Dirty Little Secret. Usando esse recurso, você acaba ficando com praticamente um pedal de dois estágios de ganho, já que o pedal limpa muito bem com a utilização e redução do volume no instrumento. Aliada a poderosa equalização e a uma quantidade generosa de ganho, é praticamente impossível tirar um timbre ruim desse pedal. Recomendadíssimo!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Dirty Little Secret é um pedal bem simples de se usar, já que são apenas os controles de volume, ganho e as três bandas de equalização. Mesmo assim, vale muito a pena investir um tempo pesquisando e experimentando as possibilidades que o pedal oferece, especialmente nos três controles de Eq. A variedade de ótimos timbres é enorme e o processo de aprendizado e conhecimento certamente será bem útil.

 

Regulagem Favorita

Master: 12:00h

Pre-Amp: 10:00h

Treble: 12:00h

Middle: 13:00h

Bass: 11:00h