Review: High Crossfire Overdrive Maza FX

Published on julho 13th, 2018

Acabamento/Construção/Embalagem

Os pedais da Maza FX são fabricados à mão na Argentina. O acabamento é muito bem feito com a pintura sem falhas. A cor escolhida para o pedal foi a preta e as inscrições são em dourado, o que em palcos ais escuros, pode dificultar um pouco a visualização dos nomes dos controles. Mas como não são muitos, é apenas um observação, já que dificilmente vai prejudicar a experiência do músico com o pedal.

A construção do pedal é bem robusta, com uma placa bem montada e bons componentes sendo utilizadas. O High Crossfire pode ser alimentado por fonte (centro negativo, padrão Boss) ou bateria. Os jacks de entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal e a entrada para a fonte fica na parte “superior”do modelo. São 3 knobs, uma chave e dois footswitches que compõe o pedal.

A Embalagem é simples e personalizada com logo e o site do fabricante em destaque e acompanham o pedal manual do usuário, adesivo e certificado de garantia. A embalagem é feita cm um papelão fino e o pedal vem “acomodado” numa espuma. Não compromete de forma alguma, mas já que o fabricante é tão caprichoso com o visual dos pedais, uma embalagem mais robusta e melhor acabada acrescentaria ainda mais ao produto.

Timbres

O High Crossfire é um overdrive com uma sonoridade clássica e recursos bem interessantes. Com apenas o o drive acionado você flertará com ótimos timbres para rock clássico e blues. Quando o modo High é acionado (através de um segundo footswitch) eleva o patamar de ganho do pedal para outro nível.

O controle de tone é bastante equilibrado, sendo bem utilizável em praticamente todo o seu cursor. Obviamente se você abrir demais o tone numa guitarra com captadores single a tendência é que ele fique bem estridente. Um recurso bem interessante que o pedal possui é uma chave para acrescentar graves quando o overdrive está acionado (esse recurso não funciona no modo High). Se você usa Strato, Teles ou guitarras com um som mais “aberto” esse acréscimo de graves é uma mão na roda, pois ajudam a dar uma encorpada no timbre sem embolar o seu som.

O Modo High, quando acionado, proporciona doses muito maiores de ganho e de corpo ao timbre (por isso a chave de graves não se faz necessária aqui) o que faz com na prática, no High Crossfire você tenha a possibilidade de ter, na prática, dois overdrives distintos aos seus pés numa única caixa. Utilizei bastante o pedal com ganho por volta de 9/10 horas e com o overdrive eu obtia um ótimo timbre de crunch e quando acionava o modo high através do outro foot, tinha uma sonoridade mais agressiva com sustain e corpo sem precisar me abaixar ou acionar um outro pedal. Só achei que quando o pedal está com muito ganho nesse modo, a sonoridade tende a embolar um pouco, mas nada que não possa ser resolvido facilmente sem nenhuma perda de benefício sonoro.

O High Crossfire é uma ótima opção para quem busca versatilidade e praticidade. Ele oferece ótimos timbres nos seus dois “modos” e funcionou bem em diferentes guitarras e amplificadores em que foi testado. Se vovcê curte esse tipo de versatilidade e busca um overdrive que funcione muito bem para Blues e Rock, dê uma olhada no High Crossfire. É uma ótima opção para quem busca esse tipo de pedal!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O High Crossfore é um pedal bem simples de se usar. Ele se adapta muito bem a diferentes amplificadores e instrumentos, que serão decisivos na utilização do pedal. Se você usar humbuckers, por exemplo, o acionamento da chave low não será necessário e manter o ganho baixo se for acionar o modo high também será um fator a ser considerado. O processo de aprendizagem é bem divertido e rápido e ótimos timbres logo aparecerão.

Regulagem Favorita

Volume: 13:00h

Tone: 12:00h

Gain: 09:00h

Low: on