G.A.S na Argentina

Novidades Tortuga Effects
novembro 30, 2011
Rainbow Machine
dezembro 5, 2011

G.A.S na Argentina

E o fim do ano chegou. Com isso, muita gente entra de férias e vai viajar. Quer aproveitar ter uma oportunidade pra saciar a G.A.S? Conferira o artigo do nosso editor Leo Ximenes sobre as possibilidades na Argentina!

DSC06639

Com o câmbio favorável, o destino de muitos turistas brasileiros acaba sendo a vizinha Argentina. Buenos Aires, além de belas praças, boa comida e do famoso Tango, oferece algumas opções para compras de instrumentos musicais. Pensando nisso, resolvi escrever um pouco e compartilhar a experiência de compra de instrumentos/equipamentos/acessórios em território argentino. Afinal, Guitarrista, que é guitarrista, onde vai quer checar as possibilidades de saciar a G.A.S.(Gear Aquisition Syndrome)!

Em Buenos Aires existem basicamente duas ruas que concentram a maioria das lojas de instrumentos musicais: Sarmiento e Talcahuano. Esse que vos escreve, optou pela rua Talcahuano, já que pela falta de tempo(estava em férias com a família) não dava pra ir nas duas.

DSC06633

Fui em umas 15 lojas na rua. E lá, como cá, a invasão de produtos Made in China é grande. Principalmente em se tratando de pedais. Então você vai se deparar com Artec, Biyang e outras marcas das importadoras de lá, mas fabricadas na China. Os preços não são lá muito convidativos. Mesmo com o Real mais valorizado que o Peso Argentino. O que acontece é que eles mantêm os preços atrelados ao dólar, para evitar a desvalorização e a inflação(que por lá está pegando). Então, nada que compense em ir lá só para comprar algo. Se você já vai para Argentina, de férias ou a trabalho, de repente pode valer a pena.

Em termos de variedade sim, achei bem melhor do que as lojas brasileiras, principalmente se tratando de instrumentos. Tem Gibson, Fender, Ibanez, Jackson, PRS e várias outras para todos os gostos.

DSC06637

Se você está interessado em pedais fabricados na Argentina (já falamos aqui de MBS, Dédalo, Maza…) vai ter que rodar bastante. Vi alguns modelos em apenas umas três lojas. Numa delas, entrei e pedi para testar um fuzz. O vendedor ligou o pedal num amp transistor de 15w, e para o teste me deu uma guitarra com cordas enferrujadas. Ou seja, nada muito diferente daqui…

DSC06640

Uma dica importante é: Se puder, pague com dinheiro. As lojas cobram uma taxa de 8 a 10% sobre o valor quando as compras são feitas com cartão de crédito.

Então já sabe. Se for dar um pulo na Argentina, não deixe de conferir as oportunidades de saciar a G.A.S.

 

*Leo Ximenes é editor do site Pedais & Efeitos. É Guitarrista do ministério de Adoração da IPM, está iniciando um projeto denominado Outrora e tem fé que o seu Power Trio sai do papel. É Endorser das Jujubas Gomets.
pee
pee

1 Comentário

  1. Junior disse:

    Bem legal! Devo ir lá em breve! Valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *