Review: Carbon Copy MXR

Supa Cobra Overdrive
agosto 16, 2018
Freakshow Fuzz
agosto 20, 2018

Review: Carbon Copy MXR

 

Acabamento/Construção/Embalagem

A Jim Dunlop/MXR sempre foi muito competente no que diz respeito ao acabamento e construção dos  seus produtos. No caso do Carbon Copy, a cor escolhida foi um verde escuro  e a pintura e as inscrições do pedal são executadas com excelência.

A construção é impecável, com uma placa muito bem montada, com ótimos componentes. O pedal possui três knobs, uma pequena chave para adicionar modulação ao sinal e dois trimpots internos que controlam os parâmetros dessa modulação. A entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal, assim como a entrada para fonte de alimentação ( o que particularmente não me agrada). O pedal pode ser alimentado por fonte padrão 9v (centro negativo) ou bateria de 9v e é true-by-pass.

As Embalagens da MXR também são excelentes. Super robustas, com a logo na parte superior e a indicação do modelo nas laterais. Acompanham o pedal um ótimo manual com regulagens sugeridas e explicações sobre o pedal e catálogo e alguns panfletos sobre outros produtos da empresa.

Timbres

Ah os delays analógicos! Como não amá-los? O Carbon Copy está completando 10 anos de lançado e decidimos revisitá-lo para um review. Será que ficou ultrapassado? Será que ainda soa bem mesmo depois de tantas opções no mercado?

Ele utiliza os famosos e cobiçados bucket brigade para oferecer até 600 ms de delay. Você pode obter ótimas sonoridades de slapback ou configurá-lo para repetições quase infinitas. O Carbon Copy vai oferecer repetições ricas e com aquela degeneração analógica nas repetições, o que é extremamente musical. Aliás, o controle regen proporciona uma trilha muito natural/orgânica de ecos, o que sempre soa muito bem.

O controle de mix é muito bem equilibrado e vai oferecendo diferentes possibilidades durante todo o seu curso. Não é daqueles controles em que só se nota o resultado no início ou no fim. O botão de modulação é uma ótima sacada e acrescenta bastante ao timbre do pedal. Eu gosto de uma modulação mais sutil nas repetições, mas para quem gosta delas mais efetivas, dois trimpots (com controles de velocidade e profundidade) podem ser ajustados para alterar os parâmetros de modulação.

O Carbon Copy soa muito bem em diversas situações e em diversos estilos. Soa rico e quente, como um delay old-school, mas possui a praticidade de estar num pequeno pedal. Mesmo depois de 10 anos de lançado, continua sendo um golaço da MXR. E continua soando muito bem e relevante mesmo com tantas opções no mercado.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Carbon Copy é super fácil de usar e em todas as suas configurações você encontrará ótimas sonoridades. Os controles são simples e comuns a diversos tipos de delay e você pode optar por usar ou não a modulações nas repetições. Diversão garantida!

Regulagem Favorita

Regen: 11:00h

Mix: 13:00h

Delay: 13:00h

Mod: Ligado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *