Entrevista: Earthquaker Devices!

Tape Delay da Empress Effects!
março 13, 2013
Wampler Tom Quayle Dual Fusion
março 18, 2013

Entrevista: Earthquaker Devices!

Se tem um fabricante que vem fazendo barulho ultimamente é a Earthquaker Devices! Com uma linha bem completa e com ótimos produtos, eles vem conquistando cada vez mais adeptos.

Para conhecer um pouco mais sobre a empresa e saber das expectativas sobre o mercado brasileiro, conversamos com o criador da marca, Jamie Stillman!

logo_0173

Pedais & Efeitos: Jamie, pode nos contar como começou o seu interesse por musica, guitarras e pedais?

Jamie: Eu tenho tocado música por tanto tempo quanto me lembro. Eu comecei como baterista em torno de 5 anos de idade e peguei a guitarra quando eu tinha cerca de 12. Eu me interessei em efeitos assim que eu peguei a guitarra.

Pedais & Efeitos: Como e quando decidiu criar a Earthquaker?

Jamie: A EQD nasceu de um hobby obsessivo em torno de 2003-2004. Eu tinha um velho DOD OD250 que estava precisando de reparo. Quando eu rastreei o esquema e conseguiu fazer o reparo fui fisgado pela idéia de construir algum outro pedal do zero. Eu procurei na internet o de máximo informações, o tanto quanto eu podia em lugares como generalguitargadgets.com, tonepad.com, earthquaker-devices-tone-reaper-fuzz-493618geofx.com, caixas DIY Stomp, etc, e começei a construir coisas para mim e para alguns amigos. Foi no final de 2005 que eu comecei a vender um pedal aqui e ali no ebay e no Harmony Central e isso é o que eventualmente levou à EQD a decolar.

Pedais & Efeitos: Qual foi o primeiro pedal desenvolvido e comercializado com a marca Earthquaker Devices?

Jamie: O Fuzz Fantasy foi o primeiro pedal comercializado sob o nome da EQD. Existiram cerca 2 ou 3 desses feitos. Os  primeiros pedais reais na linha EQD foram os Fuzz Hoof, o OD Spectre e o Fuzz Tusk. O Hoof é o único ainda em produção.

Pedais & Efeitos: A sua experiência como Roadie ajudou ou ajuda em alguma coisa no dia a dia da empresa?

Jamie: Eu era o Tour Manager do Black Keys quando comecei a EQD. Antes disso eu excursionei como guitarrista e baterista de diferentes bandas por mais de 10 anos(Atualmente ainda faço isso numa banda chamada Relaxer). Eu também fui um Designer gráfico free lance e fundei uma gravadora (DIY) com 14 anos que levei até os 25. Sempre fui muito empreendedor e adepto da filosofia DIY, eu realmente tive menos de 5 empregos “reais” em toda a minha vida. Tudo isso me ajudou de um forma ou de outra.

Pedais & Efeitos: Uma coisa que me chamou a atenção na Earthquaker foi a estrutura hierárquica da empresa, com Presidente, Vice-Presidente, Gerente de Produção…Um fato bem incomum dentre os fabricantes de Boutique. Como funciona essa estrutura e que benefícios ela tem trazido para vocês?

Jamie: Eu não gosto de olhar para EQD como uma empresa de “boutique” no sentido moderno. Nós somos apenas uma empresa que faz pedais e aconteceu de fazermos de uma forma muito DIY. Nós atribuímos esses papéis, porque, como nós crescemos, nós precisávamos de estrutura, tal como qualquer outra empresa. Ela ajuda a manter as coisas nos trilhos e todos sabem seus papéis. Esses títulos são precisos e que é o que todos nós fazemos.

earthquake_Item

Pedais & Efeitos: Quantas pessoas trabalham na Earthquaker Devices?

Jamie: Temos 17 pessoas na nossa folha de pagamento.

Pedais & Efeitos: Eu considero a Earthquaker um dos fabricantes mais legais da atualidade, com uma linha bem completa e com preços bacanas. Como é feita a escolha dos efeitos que entrarão em produção para venda ao público?

Jamie: Tudo o que fazemos é baseado em algo que eu quero e isso é muito bacana. Às vezes eu vejo um buraco que precisa ser preenchido e sigo em frente, mas para a maior parte todos os nossos pedais são coisas que eu trabalhei para mim.

Pedais & Efeitos: Como funciona o processo de Desenvolvimento de vocês? Quanto tempo leva do início do processo até o lançamento de um novo pedal?

Jamie: Basicamente, eu plugo fora no placa de montagem até que soe bem, então ele passa por um par de rodadas de prototipagem e testes no mundo real antes de entrar em produção. O menor tempo que isto levou foi de cerca de 5 semanas (Bit Commander),e o mais longo, 3 anos (Disaster Transporte SR).

Pedais & Efeitos: Qual o pedal mais vendido da Earthquaker e qual é o seu preferido?

Jamie: Eu gosto de todos eles, eu realmente não posso escolher um favorito! Os pedais mais vendidos são: Hoof, Dispatch Master, BitCommanderOrganizer, Bit Commander, Rainbow Machine e Ghost Echo.

Pedais & Efeitos: Na sua opinião, qual o grande diferencial de mercado da Earthquaker hoje?

Jamie: Nós fazemos um bom número de pedais e alguns são diferentes de qualquer outra coisa disponível. Nossos preços para pedais 100% artesanais são muito baixos também.

Pedais & Efeitos: Os pedais da Earthquaker estão disponíveis no Brasil através da DanAmp. Qual a sua expectativa de venda por aqui e como se sente sabendo que os pedais criados por vocês estão rodando o mundo?

Jamie: Estou muito entusiasmado com o Brasil, temos muito apoio aí! Eu acho que é incrível que nós temos feito muito bem e estamos em todo o mundo, eu nunca teria imaginado que este é o lugar onde nós estaríamos quando eu estava construindo meu overdrive DOD há 10 anos. Não tínhamos um plano de negócios, não pedimos empréstimos, não há nada que as pessoas geralmente fazem quando começam um negócio. Tudo foi feito praticamente em tempo real. É de explodir a cabeça que tenhamos conseguido atingir o tamanho que ele tem.

Pedais & Efeitos: E quais são os seus projetos futuros com a Earthquaker? Pode nos adiantar alguma coisa, alguma notícia exclusiva?

Jamie: Eu gosto de manter tudo em segredo! Posso dizer-lhe que o Disaster Transport SR atraso Dual modulated delay and reverb machine foi lançado no final de fevereiro de 2013 e do Compressor óptico Warden será lançado em abril de 2013, mas isso é tudo.

earthquaker-devices-organizer-800x800

Pedais & Efeitos: Antes de terminar preciso dizer que sou um usuário dos pedais da Earthquaker e acho o Hummingbird o tremolo mais incrível e divertido que eu já utilizei! Parabéns!

Jamie: Muito obrigado!

Pedais & Efeitos: Jamie, muito obrigado pela entrevista! Quer deixar algum recado pra os nossos leitores?

Jamie: Eu realmente aprecio o apoio de vocês!

 

E também em Inglês!

Pedais & Efeitos: Jamie, can you tell us how did your interest in music, guitars and pedals?

Jamie: I’ve been playing music for as long as I can remember. I started as a drummer around the age of 5 and picked up guitar when I was around 12. I’ve been interested in effects ever since I picked up the guitar.

Pedais & Efeitos: How and when he decided to create the Earthquaker?

Jamie: EQD was born out of an obsessive hobby around 2003-2004. I had an old DOD OD250 that was in need of repair, when I tracked down the schematic and successfully made the repair I was hooked on the idea of building some other pedal from scratch. I searched the internet and soaked up as much info as I could from places like generalguitargadgets.com, tonepad.com, geofx.com, ArticleDIY stomp boxes, etc and started building stuff for myself and a few friends. It wasn’t until late 2005 that I started selling a few pedals here and there on ebay and harmony central and that’s what eventually led to EQD taking off.

Pedais & Efeitos: What was the first pedal developed and marketed under the brand Earthquaker Devices?

Jamie: The “fantasy fuzz” was the first pedal sold with the EQD name. There were about 2 or 3 of those made. The first actual pedals in the EQD line were the Hoof Fuzz, the Spectre OD and the Tusk Fuzz. The Hoof is the only one still in production.

Pedais & Efeitos: His experience as Roadie helped or help with anything in everyday business?

Jamie: I was a tour manager for the black keys when I started EQD. Prior to that I toured as a guitar player and drummer in several different bands for over 10 years (I still do it, currently in a band called Relaxer). I was also a free lance graphic designer and I ran a DIY record label from the age of 14 until I was around 25. I’ve always been very DIY and entrepreneurial, I’ve actually held less than 5 “real” jobs in my whole life. All of this has helped me in one way or another.

Pedais & Efeitos: One thing that caught my attention was the Earthquaker the hierarchical structure of the company, with the President, Vice President, Production Manager … A well so unusual among manufacturers Boutique. How does this structure and what benefits it has brought to you?

Jamie: I don’t like to look at EQD as a “boutique” company in the modern sense. We are just a company that makes pedals and we happen to do it in a very DIY way. We assigned those roles because, as we grew, we needed structure just like any other company. It helps keep things on track and everyone knows their roles. Those titles are accurate and that is what we all do.

Pedais & Efeitos: How many people work in Earthquaker Devices?

Jamie: We have 17 people on payroll.

dispatchmaster

Pedais & Efeitos: I consider you as one of the coolest manufacturers today, with a complete line well priced and nice. How is the choice of effects that enter into production for sale to the public?

Jamie: Everything we do is based on something I want and that is pretty much it. Sometimes I see a hole that needs filled and move on it but for the most part all our pedals are things I worked on for myself.

Pedais & Efeitos: How does the process of development you? How long does the start of the process until the release of a new pedal?

Jamie: Basically, I plug away at the breadboard until it sounds good then it goes through a couple rounds of real world prototyping and testing before it goes into production. The shortest amount of time this has taken is about 5 weeks (Bit Commander) , the longest 3 years (Disaster Transport SR).

Pedais & Efeitos: What’s bestselling Earthquaker pedal and which is your favorite?

Jamie: I like them all, I can’t really pick a favorite! The best selling pedals are all equal: Hoof, Dispatch Master, Organizer, Bit Commander, Rainbow Machine, Ghost Echo. erainbow2

Pedais & Efeitos: In your opinion, what is the main competitive advantage of Earthquaker today?

Jamie: We make quite a few pedals that are unlike anything else available. Our price points for 100% handmade pedals are pretty low too.

Pedais & Efeitos: The pedals of Earthquaker available in Brazil through DanAmp. What is your expectation of selling here and how do you feel knowing that the pedals created by you are running the world?

Jamie: I am very excited with brazil, we have a lot of support there! I think it’s amazing that we have done so well and are all over the world, I would have never imagined that this is where we would be back when I was building myself a DOD overdrive 10 years ago. We had no business plan, no start up loans, no nothing that people usually do when they start a business. Everything has been done pretty much on the fly. It’s mind blowing that it has succeeded in the way it has.

Pedais & Efeitos: And what are your future projects with the Earthquaker? Can you anticipate something, some exclusive news?

Jamie: I like to keep everything a secret! I can tell you that the Disaster Transport SR Dual modulated delay and reverb machine will be out in late February 2013 and the Warden Optical Compressor will be out in April 2013 but that’s about it.

Pedais & Efeitos: Before ending must say that I am a user of the Earthquaker pedals. And I think the Hummingbird tremolo the most amazing and fun I’ve ever used! Congratulations!

Jamie: Thank you so much!

Pedais & Efeitos: Jamie, thanks for the interview! Want to leave a message for our readers?

Jamie: I really appreciate all the support!!

pee
pee

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *