Review: Hall Reverb 3 Series JHS Pedals

The Bard
2 de fevereiro de 2024
Novidades da Warm Audio
15 de fevereiro de 2024
The Bard
2 de fevereiro de 2024
Novidades da Warm Audio
15 de fevereiro de 2024

Review: Hall Reverb 3 Series JHS Pedals

00

Acabamento/Construção/Embalagem

A 3 series da JHS Pedals é uma linha mais econômica que tem como proposta oferecer bons pedais a preços mais convidativos. Para isso, eles decidiram padronizar o visual de toda a linha: Todos os pedais são brancos, com 3 knobs e um switch. Isos não torna esses pedais muito atrativos do ponto de vista estético, mas é tudo muito prático e funcional. O acabamento é simples e minimalista, a pintura é muito bem executada e o conceito é bem estabelecido e funcional.

A construção tem um bom padrão, com uma placa bem montada com bons componentes. Os jacks para entrada e saída de aúdio ficam nas laterais do pedal e o jack para alimentação fica localizado na frente do pedal. O Hall Reverb 3 series deve ser aliemntado com fonte padrão (centro negativo, 9v) e não possui opção de alimentação por bateria. Ele consome 70mA.

A embalagem é um pouco diferente do padrão de outros pedais da JHS. a caixa do pedal é de papelão “pardo” com adesivos na parte de cima e laterais, mostrando a logo do fabricante e indicando o modelo do pedal, nas cores da série, branco e preto. Dentro da caixa acompanham um adesivo e um manual bem simples (e em vários idiomas) contendo informações sobre o funcionamento do pedal.

Timbres

O Hall Reverb tem como “missão” primária oferecer grandes sons de reverb. Ele foi inspirado em sonoridades encontradas em grandes catedrais e salões, onde parece que o reverb continua se dissipando para sempre. Então, o que você pode esperar nesse pedal são sons intensos e longos de reverb. Mesmo em regulagens mais tímidas nos controles, o pedal ainda oferece uma quantidade bem significativa do efeito, que soam de maneira diferente de outros tipos de reverb como spring, por exemplo.

Num mercado com tantas opções de pedais de reverb e com modelos com cada vez mais controles, o Hall Reverb parece, a uma primeira vista, simples demais para oferecer timbres grandiosos e que façam frente a outros pedais mais complexos. Essa percepção pode afastar alguns guitarristas que ficam em análises mais rasas e superficiais sobre pedais, mas não se engane: esse pedal pode entregar sonoridades massivas do efeito. Se você gosta daqueles timbres de reverb que preenchem todos os espaços, podem soar por bastante tempo e ter acesso a tudo isso de maneira simples, esse pedal é uma ótima pedida. Mesmo em regulagens mais discretas o Hall Reverb entrega uma boa quantidade de reverb, capaz de criar uma boa ambiência. Em doses maiores, o pedal oferece sonoridades de reverb com muita profundidade e, dependendo do ajuste no controle de Decay, soando por bastante tempo. Apesar dos poucos controles você é capaz de “recriar” diversos ambientes de reverberação. Mas o pedal briha mesmo com grandes quantidades do efeito.

O controle Dampen funciona como um tipo controle de tonalidade ou filtro, atuando nas frequências agudas, especialmente no decaimento do efeito. Com o controle mais fechado o decaimento vai adquirindo uma característica mais lo-fi, com uma sonoridade mais fechada. O Decay define por quanto tempo o reverb vai soar, e com o controle no máximo o Hall Reverb vai soar por bastante tempo. O controle Verb funciona como um mix, oonde você pode definir o quanto de efeito você quer presente no seu timbre. Com esse controle no máximo você deixa apenas o sinal processado aparecer, criando assim um timbre bem atmosférico. Não é como se o Hall Reverb também não pudesse entregar sonoridades mais “curtas” de reverb, ele entrega (mesmo mantendo uma característica própria). Mas é muito mais divertido trabalhar com as longas reverberações que ele proporciona. O pedal ainda oferece a opção de um reverb com modulação. Inclusive eu achei que a modulação poderia ser um pouco mais presente no efeito.

É muito interessante como a escassez de controles e parâmetros nesse pedal (e em outros também) acaba fazendo com que cada controle seja mais explorado e isso amplie o conhecimento sobre as possiblidades do pedal. Apesar da simplicidade o Hall Reverb oferece ótimos timbres de reverb mais longos, e fui capaz de criar ótimas atmosferas sonoras com ele. É óbvio que a pouca quantidade de controles trás limitações e pode frustrar alguns que buscam sons mais refinidados e com mais opções. Mas se você precisa de um pedal que seja competente em entregar sons enormes de reverb, de maneira simples, o Hall Reverb pode te atender muito bem.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Hall Reverb é um pedal de fácil utilização e que não vai apesentar dificuldades ao músico na hora de entender e manusear seus controles. Mas não deixe de explorar o alcance de cada um e da interação entre eles, que produz variações bem interessantes. Não é o reverb mais versátil do mercado, mas para um pedal com apenas três controles, ele pode oferecer diferentes possibilidades.

 

 

 

Regulagem Favorita

Verb: 01:00h

Dampen: 11:00h

Decay: 02:00h

Modulate: On

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349

Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349