Review: Blue Diamond King Pedals

Tri Avatar Chorus!
janeiro 20, 2016
720 Stereo Looper
janeiro 22, 2016

Review: Blue Diamond King Pedals

Blue 1

Acabamento/Construção/Embalagem

É bem legal ver um fabricante em seu primeiro lançamento já apresentar um padrão de construção e acabamento tão legais. Isso demonstra já uma maturidade e uma ótima noção de negócio por parte do fabricante. Mantendo-se essa atenção aos detalhes e buscando um aperfeiçoamento contínuo, a King Pedals tem um futuro promissor.

O acabamento do Blue Diamond é bem bacana. Numa bonita cor azul, com os knobs brancos e com a logo do fabricante e demais detalhes em branco. A pintura é muito bem feita e o resultado final apresenta um visual impecável. O pedal chama a atenção e desperta o interesse já na primeira olhada nele.

A construção é limpa e organizada. Os componentes são utilizados são bem bacanas e dá pra ver a Blue 2preocupação do fabricante em fazer um trabalho bem feito. Mais um ponto bem positivo já que se trata de um fabricante recém chegado ao mercado.

A Embalagem é aquela já conhecida caixa branca com um adesivo na cor do pedal indicando o modelo e a logo do fabricante. Acompanham o pedal um adesivo da King e um certificado de garantia numerado.

Timbres

O Blue Diamond é um overdrive de médio ganho. É um overdrive baseado no tube screamer mas com uma “pitada” diferente. A começar que o BD é mais transparente. Eu sei que essa palavra tem sido bastante utilizada ultimamente (e algumas vezes de maneira incorreta) mas eu creio que o termo se aplica muito bem aqui.

É um ótimo pedal para diversas vertentes de Blues e Rock. Com a Magic Switch desligada, o Blue Diamond trabalha muito bem para sonoridades de baixo ganho. Dá para usar como booster sujo empurrando outros pedais de drive ou o drive do amplificador e ainda como um Overdrive de baixo ganho mesmo. Curti demais a utilização do pedal com essa configuração quando utilizei guitarras equipadas com captadores single coil.

Com a magic switch acionada tudo ganha mais amplitude. Tanto o volume, como o ganho, o que trás ao Blue Diamond uma pitada de agressividade muito bem vinda. Dá pra usar na boa como overdrive Blue 3principal no board (desde que você não precise de sonoridades de alto ganho). Com Strato o pedal falou bonito e com uma Les Paul a pegada foi poderosa!

O controle de Tone trabaha de maneira satisfatória, com uma abrangência interessante de possibilidades. Uma característica desse controle é que quando você “fecha”o timbre, o pedal perde um pouco de volume. Então é bom ficar atento a essa configuração pra guitarra não sumir no meio da música.

Não espere nada de muito diferente ou inovador. O Blue Diamond é um overdrive simples, mas que é extremamente útil na maioria dos pedalboards. É um Overdrive direto e competente no que se propõe a fazer.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

A utilização do Blue Diamond é bem simples. Os três knobs tradicionais em overdrives (Volume, Tone e Ganho) e uma chave (Magic Switch) para um acréscimo (ou corte, dependendo da posição em que esteja…) de volume e ganho. Os knobs são bem musicais em praticamente toda a sua extensão e você vai conseguir extrair timbres bem bacanas desse overdrive e de forma bem rápida e intuitiva.

Regulagem Favorita

Volume: 09:00h

Tone: 12:00h

Gain: 12:00

QuadroBlue

pee
pee

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *