Review: Dewdrop Mojo Hand FX

TightFuzz Pro!
setembro 23, 2015
Novidade da TC!
setembro 25, 2015

Review: Dewdrop Mojo Hand FX

 

7X7A9166

Acabamento/Construção/Embalagem

A construção é muito bem feita: limpa, organizada e com ótimos componentes. Esse é um padrão que a marca vem construindo e com isso vem conquistando uma ótima imagem junto ao mercado e clientes. Os jacks de cabo ficam nas laterais do pedal e o jack de alimentação fica na parte superior do pedal (o que me agrada muito!). Todos os pedais da Mojo Hand FX são fabricados à mão nos EUA.

O Acabamento do pedal também é bem bacana, com uma cor bonita e uma arte simples. Tudo é muito bem aplicado e o Dewdrop é realmente um pedal bonito de se ver. A cor do pedal combinada com os knobs e cores das fontes formaram um ótimo conjunto.

A embalagem é naquele padrão caixa branca adesivada. Numa das laterais consta o nome do produto. O pedal vem embalado num saquinho de pano e só. Sem manual nem nenhum tipo de mimo para o 7X7A9169comprador. Mais uma vez eu vou cair naquele ponto da necessidade de manuais em equipamentos. O pedal é simples? É. Fácil de usar? Muito. Mesmo assim, eu continuo defendendo a tese de quanto mais informações você der ao seu usuário, mais rápido ele vai conseguir extrair o máximo do equipamento e mais satisfeito ficará.

 Timbres

O Dewdrop é inspirado nos clássicos reverbs de mola. São três controles, o que facilita a compreensão do usário e oferecem uma quantidade bem interessante de possibilidades. O controle de Mix é responsável por adicionar o timbre do pedal ao sinal “seco”da guitarra. O controle Dwell é responsável pela profundidade/duração do efeito e o controle de Tone afeta apenas o sinal do reverb, tornando-o mais escuro ou brilhante.

A sonoridade do Dewdrop é bem interessante, e certamente vai agradar aos amantes das sonoridades dos clássicos amps Fender. Particularmente eu achei as ambiências muito curtas. Ou seja, se você busca aquele reverb para sonoridades longas e complexas, esse modelo não vai lhe entregar esses sons. Mas isso não é de todo ruim, já que proporciona ótimas sonoridades para sonoridades de rockabilliy e timbres inspirados no rock da década de 50. Outra característica que é própria do Dewdrop é uma leve modulação que é acrescentada ao sinal quando o controle Dwell está ajustado mais para o final do cursor. Isso o diferencia de vários modelos que estão no mercado. E de novo, pode não agradar alguns, que busquem uma sonoridade de reverb “pura. Eu achei bem interessante, já que a adição desse reverb com modulação a outros efeitos pode gerar resultados bem interessantes.

7X7A9167O Controle de Tone também proporciona diferentes (e interessantes) possibilidades ao Dewdrop. Eu utilizei o Dewdrop com Strato (que tem uma sonoridade mais aberta e brilhante) e fechei o Tone. Com uma regulagem de Mix ao meio dia, gerou uma sonoridade mais dark de reverb, combinado com o som mais aberto da Strato, numa combinação bem musical.

Na minha opinião o Dewdrop é um ótimo produto da Mojo Hand. Simples, muito bem construído e com características que o diferenciam de outros modelos.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

A utilização do Dewdrop é super simples. São três controles, dos quais dois são bem simples e intuitivos. Vale a pena investir um tempo no knob Dwell, entendendo as quantidades de ambiência que ele proporciona e em que ponto a modulação que ele proporciona começa a aparecer. As sonoridades são bacanas em várias configurações e certamente você vai se divertir com esse pedal.

Regulagem Favorita

Quadronovodewdrop

pee
pee

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *