Review: Echobrain TC Electronic

Ultraphonix MKII
agosto 5, 2021
Rossie Filter
agosto 9, 2021

Review: Echobrain TC Electronic

Acabamento/Construção/Embalagem

O Echobrain segue o mesmo padrão dessa linha mais “econômica” da TC Electronic. Ele possui um acabamento bem eficiente e de maneira geral, me passa um visual bem retrô. A somatória da cor com a fonte escolhida, a escolha dos knobs, o tamanho do pedal… O resultado final é simples mas bastante eficiente. O fato de o pedal ter os knobs grandes ajuda até na hora de mudar alguma configuração com o pé.

A construção é bem sólida, com uma placa muito bem montada e com bons componentes. Vale salientar que o pedal, na sua carcaça de metal parece um tanque. O acionamento via “soft switch” dá um toque de modernidade ao pedal. Os jacks de entrada e saída de áudio ficam na frente do pedal assim como a entrada para fonte de alimentação. O pedal pode ser alimentado via fonte, centro negativo, 9v e também possui a opção de ser alimentado por bateria de 9v.

A embalagem do Echobrain é bem “sólida, já que o pedal é bem pesado. Ela possui a foto do pedal estampada na parte superior e inscrições sobre o modelo em todas as laterais. Dentro o pedal vem acondicionado num saco plástico e acompanham certificado de garantia e manual. O manual é pequeno e super simples (quase genérico) e vem com instruções em diversos idiomas. E as instruções se resumem basicamente a como o pedal funciona.

Timbres

Delays analógicos tem um charme muito característico. A sonoridade dos bucket brigade degradando as repetições, produzindo aquela sonoridade quente encanta guitarristas a gerações. E o Echobrain não decepciona na hora de entregar essas sonoridades. Os controles são muito interativos e responsivos, com um ótimo alcance e sensibilidade. Qualquer mudança nas configurações dos controles, por mínima que seja, vai provocar uma alteração sonora no timbre. Isso acaba gerando muitas possibilidades, num pedal com apenas três controles. Dá pra brincar bastante com as repetições e tempo de delay para criar umas auto-oscilações radicais.

O Echobrain se sai muito bem em diferentes ajustes. Em regulagens de tempo muito curtas você vai encontrar um tipo de modulação parecida com um chorus. Continue girando lentamente o controle de tempo e as repetições vão gerar uns overtones metálicos, aproximando o timbre de um spring reverb (que vão aparecer mais com uma configuração de repetições mais alta).  Se você optar por um delay mais curto (configuração de tempo entre 9h e 12h), ele vai entregar ótimos timbres de slapback e sonhei em ter uma Gretsch por aqui para fazer par com esse pedal e invocar o Brian Setzer que existe escondido em mim!

Em regulagens de tempo mais altas (o pedal entrega até 300ms) já dá para produzir uns timbres mais psicodélicos, numa pegada lo-fi, pronto para ser utilizando numa trilha sonora de um filme B de ficção científica (Sim, isso é um elogio.). Conhece os primeiros trabalhos do Pink Floyd? É disso que eu estou falando. E a brincadeira fica ainda melhor ao explorar esse ajuste em conjunto com os controles de Mix e Repeats. A textura “suja” oferece possibilidades únicas e se o pedal entrar no território da auto-oscilação e você ajustar para um controle mínimo dessa oscilação, poderá criar uma verdadeira parede sonora com uma sonoridade única!

O Echobrain é um delay divertidíssimo. Não deixe a aparente simplicidade dos três controles lhe enganar. Você será capaz de produzir vários diferentes timbres com esse pedal. A sonoridade quente e escura das repetições produzem um timbre muito característico e musical. É preciso ter cuidado se você pretende utilizar o Echobrain com fuzzes, pois as coisas podem ficar um pouco emboladas demais. De maneira geral, se trata de um ÓTIMO delay. Com timbres clássicos e interessantes possibilidades é uma ótima possibilidade para quem quer experimentar esse tipo de sonoridade sem precisar desembolsar uma fortuna por isso.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Echobrain é um pedal super fácil de se usar, mas não subestime os três controles do pedal. O ideal é que você explore os controles com profundidade, pois pequenas alterações produzem diferentes resultados sonoros. É um pedal que apesar de simples, guarda algumas surpresas e sonoridades bem interessantes que certamente recompensarão aqueles que gostam de “girar botões”.

Regulagem Favorita

Time: 12:00h

Repeats: 06:00h

Mix: 01:00h

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *