Review: Heartbreaker Ed’s Mod Shop

Wombtone Analog Phaser!
setembro 1, 2014
Nova Fuzz!
setembro 5, 2014

Review: Heartbreaker Ed’s Mod Shop

Heartbreaker

Acabamento/Construção/Embalagem

O Acabamento dos pedais da Ed’s Mod Shop é bem particular, pois todos são pintados à mão pelo próprio Ed Bonatto, o que acaba conferindo aos pedais um certo ar de exclusividade, já que mesmo possuindo um padrão, o fato de serem pintados  um a um proporciona diferenças(bem vindas) aos pedais. Esse que recebemos possui uma caixa 7X7A3793pintada numa única cor (cinza), mas a combinação dessa cor, com os knobs e o led escolhidos pelo fabricante, formaram um ótimo conjunto.

A construção e montagem do pedal são feitas à mão, com ótimos componentes. A aparência interna pode não ser tão primorosa, mas cumpre muito bem a sua função. Um ponto em que o fabricante evoluiu foi na sua embalagem, que agora apresenta o logo do fabricante impresso. Simples e eficiente. Também acompanha o pedal uma palheta. Algo que seria interessante para acelerar a experiência do proprietário com o pedal seria a presença de um manual, com explicações claras e objetivas de como extrair as melhores sonoridades do pedal.

Timbres

O Heartbraker foi baseado no famoso e histórico Colorsound Overdriver. Mas não pense que se trata de apenas uma cópia ou projeto encontrado na internet. O que temos aqui é um projeto eficiente, moderno, mas com um pé nas sonoridades do passado em que foram gastos tempo, pesquisa e desenvolvimento. E acreditem, isso faz toda a diferença no resultado final.

Se fosse para definir esse pedal em uma só palavra eu usaria versatilidade. A quantidade de sons e possibilidades que o Heartbreaker oferecem o transformam numa excelente opção para quem busca algo diferente. Booster, Overdrive, Fuzz e variações dentro dessas possibilidades podem ser usadas graças (em grande parte) a equalização ativa, uma das “modernidades” muito bem vindas e adaptadas ao projeto da Ed’s Modo Shop. Explore sem moderação os controles de Bass e Treble. Grande parte da versatilidade do pedal vem desses controles.

EdHB2

Mas mesmo com toda essa versatilidade, o Heartbreaker mantém uma assinatura sonora, que não faz com que ele soe genérico. Suas sonoridades de Overdrive por exemplo, mantém uma característica mais suja, “granulada”, o que nos faz lembrar de que sua vocação é mais para fuzz do que para Tube Screamer, por exemplo. Isso pode incomodar alguns guitarristas que curtem overdrives mais “limpos” e iniciantes não acostumados a essas sonoridades.

As sonoridades de Boost podem ser completamente limpas, reforçando graves, agudos ou médios(zerando os controles de treble e bass) o que o torna ótimo para utilização em diversos tipos de guitarras e com captadores diferentes. O Heartbraker também se comporta muito bem com outros pedais.

É um pedal excelente para quem curte sonoridades clássicas( Led Zeppelin, Who, Clapton) mas que não se restringe a elas, oferecendo possibilidades ao músico que busca novos timbres.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

EdHB3Apesar de ser um pedal com apenas quatro controles, é preciso explorar bastante as possibilidades de equalização para entendê-lo e assim extrair as melhores possibilidades dele. Não é necessária uma grande experiência em equipamentos para entender o pedal, mas investir um tempo pesquisando as possibilidades que ele oferece renderão ótimos frutos.

Como citado anteriormente, as possibilidades sonoras são vastas. Então é recomendável explorar bem cada uma delas para observar de que forma ele melhor se encaixará no seu set. Reforço novamente: Gaste tempo com o pedal para entender como ele funciona e o que ele pode lhe oferecer.

Regulagem Favorita

Level: 12:ooh

Gain: 13:00h

Bass: 13:00h

Treble: 12:00h

quadro -Heartbreaker

pee
pee

1 Comentário

  1. […] já resenhamos o Heartbreaker aqui no Pedais & Efeitos e falamos um pouco sobre o que ele pode fazer. Esse pedal é extremamente versátil e soa muito bem […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *