Review: Iron Core Analog FX

Novo Tremolo da MXR!
novembro 11, 2020
White Rabbit
novembro 16, 2020

Review: Iron Core Analog FX

 

Acabamento/Construção/Embalagem

Esse é o primeiro pedal da Analog FX que analisamos e a primeira impressão foi positiva. A empresa surgiu em 2020 com três modelos e um mesmo padrão para todos. O acabamento da caixa é “cru”, com uma placa colada em quase toda a parte superior do pedal onde ficam as informações dos controles e o nome do modelo e logo abaixo, num pequeno recorte de placa, fica o nome e a logo da empresa. Achei que o resultado final ficou bem simples, mas com uma proposta bem interessante. A escolha dos knobs cor creme e um led vermelho bem grande completam o acabamento do Iron Core.

A construção do pedal é muito bem feita, com uma placa bem montada e ótimos componentes sendo utilizados. O destaque fica para um mini transformador de áudio Hi-Fi, exercendo várias funções dentro do circuito.  Os jacks de entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal e a entrada para fonte de alimentação  (9v, centro negativo) fica na “frente” do pedal e é a única forma de alimentação.

A embalagem da Analog FX é bem simples, de papelão “cru” mas com a logo do fabricante impressa na parte superior e um adesivo com algumas informações técnicas sendo usado para lacrar o pedal. Achei a idéia interessante mas senti falta de um manual. Por mais simples que seja, acho que manter o usuário o mais bem informado possível sobre o produto que ele acaba de adquirir, nunca é demais.

Timbres

O Iron Core é um pedal de overdrive de médio ganho, com controles de equalização bem eficientes e com um range de ganho bem interessante. O que eu achei de mais interessante nele foi o “voicing”, que se distancia de torná-lo apenas mais um pedal baseado no Klon ou no TS, que obviamente tem seu valor, mas são necessárias opções que nos ofereçam novas possibilidades. Eu não estou me referindo a um pedal que pretende reinventar a roda. Não é o caso aqui. Mas é um pedal de overdrive extremamente competente sem necessariamente soar exatamente como outros modelos já consagrados.

O range de ganho do Iron Core é bem amplo, fazendo com que o pedal possa ser utilizado em diferentes funções dentro do pedalboard. Utilizei-o tanto como overdrive de primeiro estágio como na função de segundo overdrive, com mais ganho e ele se saiu muito bem. Ele produz um drive super redondo, com as frequências no lugar e apesar de ter apenas controles de graves e agudos a minha impressão é que os médios estão sempre no lugar certo. Deve ser aqui que chamam de “distorção cremosa (!?). Eu, como leigo em eletrônica” não sei dizer exatamente se isso é responsabilidade do transformador hi-fi que integra o circuito, mas o resultado final é bem legal! Outro detalhe importante. Pode abusar do controle de volume da sua guitarra, pois o pedal vai limpar muito bem o som! E isso é um recurso a mais muito bacana para se utilizar, especialmente se ele estiver sendo utilizado como drive de segundo estágio.

A seção de equalização é bem funcional e ajuda a adequar a sonoridade do pedal ao tipo de guitarra e amplificador que você está utilizando. O controle de agudos tem um range bem amplo e no seu máximo fica bastante agudo, especialmente se você estiver utilizando guitarras equipadas com captadores single coils (mas com humbuckers foi muito útil). O controle de graves é um pouco mais discreto na sua atuação mas não deixa de ser efetivo. Inclusive com o ganho no máximo o pedal chega a flertar com o fuzz e os graves deram uma leve embolada, especialmente com humbuckers. mas nada que chegou a realmente me incomodar. Eu adicionaria “5 reais” de graves ao timbre mas é um gosto bem particular. O interessante é que o Iron Core respeita demais as características do seu instrumento mesmo com quantidades de ganho mais elevadas. É o tipo de overdrive “transparente” que muita gente procura e certamente vai gostar.

O Iron Core acabou de chegar e pra mim já é um dos overdrives mais interessantes disponíveis no mercado nacional (pelo menos dentre os que eu tive a oportunidade de testar). Com um bom range de ganho e uma equalização bem musical, ele pode ser utilizado em diversas situações para vários estilos musicais e oferecendo uma característica sonora. Utilizei ele em diferentes funções no meu board e para diferentes sons e fiquei bem feliz com o resultado final. Se você estava em busca de um overdrive “transparente”, com capacidade de oferecer um pouco mais de possibilidades e com um DNA próprio pode encerrar a sua busca por aqui. O Iron Core vai atender os seus desejos.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Iron Core é um pedal SUPER simples de se usar. É praticamente um “plug and play” bastando apenas ajustar o ganho que você deseja e encontrar a equalização que mais vai lhe atender de acordo com o seu instrumento e amplificador. Tudo muito simples e rápido, sem que sejam necessárias horas de pesquisa.

 

Regulagem Favorita

Overdrive: 11:00h

Volume: 12:00h

Bass: 1:00h 

Treble: 1:00h

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *