Review: Mini Smallsound/Bigsound

The Karman Line!
setembro 8, 2016
Nova pedaleira da BOSS!
setembro 12, 2016

Review: Mini Smallsound/Bigsound

thumb_7X7A1746_1024

Acabamento/Construção/Embalagem

Os pedais da Smallsound/Bigsound são fabricados nos EUA.  O acabamento desse modelo analisado, o Mini, é bem simples, com a caixa polida e uma arte simples, mas diferente do convencional, o que faz com que o resultado final seja bem eficiente. Um detalhe é que o fabricante as vezes muda a arte do pedal de acordo com a produção, o que trás um certo ar de exclusividade a alguns modelos.

A embalagem é no padrão “caixa branca” com um adesivo na parte superior indicando o modethumb_7x7a1751_1024lo e o número de série do pedal. O que chama a atenção é a ausência de um manual acompanhando o pedal, ainda mais por ter alguns knobs não tão comuns em pedais de overdrive que talvez precisassem de uma explicação mais aprofundada.

A construção da placa interna do pedal é inteiramente feita à mão, e é bem organizada, limpa e competente. Os componentes são de boa qualidade. O resultado geral é bem legal. Simples e eficiente.

Timbres

O Mini é um JFET Overdrive capaz de oferecer diversos e variados sons para a sua guitarra ou baixo.  O modelo possui os controles de volume, ganho, graves, agudos e BIAS, que é a grande sacada do pedal.

Em termos de sonoridade, não espere encontrar sonoridades clássicas e “redondas”de overdrive. A pegada do Mini é bem diferente e caótica se comparada a outros modelos. Isso grande parte é devida ao controle de BIAS no pedal, que permite moldar o seu som, possibilitando que o músico vá de um booster sujo, passando por sonoridades de stoner rock (repleto de graves e sotaque Fuzz), por um fat distortion, por um overdrive bem sujo, ou por um fuzz perto de perder o controle. O BIAS funciona como um regulador da tensão de voltagem, oferecendo todas essas possibilidades. Para sons mais “normais”(se é que é possível nesse pedal), mantenha o BIAS na posição “12:00h”. Os controles responsáveis pela EQ do pedal (Treble e Bass) trabalham muito bem e são bem efetivos na função de moldar o som, também oferecendo ótimas possibilidades. O Mini possui bastante ganho, e limpa muito bem com o volume da guitarra.

Se trata de uma ótima ferramenta para guitarristas que buscam sonoridades de overdrive diferentes das tradicionais, ou baixistas querendo mais punch no seu timbre. São apenas 5 controles mas que possuem thumb_7x7a1748_1024uma ótima interação entre eles, oferecendo diversas possibilidades. Explore bastante a combinação Ganho/Bias e horas de diversão estão garantidas.

Só ressalto que não é um pedal para todo mundo. As sonoridades mais sujas e menos “redondas”podem incomodar ouvidos destreinados. Mas a possibilidade de ter no pedalboard um overdrive tão versátil e com possibilidades tão diferentes do comum vale muito a pena se você estiver disposto a sair da zona de conforto e arriscar.

Muito recomendado para músicos mais experientes que gostem de overdrives mais sujos com pitadas agressivas de fuzz.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

Esse é o tipo do pedal que vale a pena gastar um tempo pesquisando e testando as possibilidades que ele oferece. As combinações dos controles de Bias e Gain, em conjunto com a seção de equalização do pedal proporciona horas de diversão. São dezenas de sonoridades e possibilidades, a maioria delas impossível de se achar em overdrives mais convencionais. Se você é um guitarrista que curte novas sonoridades, vai gastar muito tempo se divertindo com esse pedal.

Regulagem Favorita

Volume: 12:00h

Gain: 13:00h

Bias: 11:00h

Bass: 14:00h

Treble: 12:00h

quadro-mini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *