Review: Punch Box Fuhrmann

Fuhrmann Punch Box 2019
julho 14, 2019
Mini Head
julho 16, 2019

Review: Punch Box Fuhrmann

 

Acabamento/Construção/Embalagem

A nova versão do Punch Box assume as mesmas características dos novos pedais que a Fuhrmann vem lançando buscando uma renovação da marca. O tamanho do pedal parece ser o mesmo da versão anterior, mudando a quantidade e o formato dos knobs e a adição de um switch entre os controles. E o visual do pedal ficou bem mais moderno com essas mudanças. Os knobs e a arte do pedal formaram um ótimo conjunto. A pintira do pedal é muito bem feita assim como todas as inscrições presentes no pedal.

A construção do pedal é bem robusta. A versão que nos foi enviada para esse review ainda está com uma placa que não será a versão final. Mas se seguir o padrão dos demais pedais da nova série, manterá um ótimo padrão. Os jacks para entrada e saída de áudio ficam na “frente” do pedal, assim como a entrada para fonte de alimentação. O pedal deve ser alimentado por fonte (centro negativo) 9v. O chaveamento do pedal é true by-pass e todos os itens usados no pedal são de boa qualidade: Potenciômetros, chaves, footswitch, etc. A caixa inclusive parece ser do mesmo tamanho da versão antiga do pedal.

A embalagem da Fuhrmann é bem característica e fácil de identificar. O pedal bem embalado num bonito saco de pano. O pedal virá acompanhado de um manual que não veio com o protótipo. Assim que recever e analisá-lo, edito esse texto com as minhas observações sobre o mesmo.

 

Timbres

Desde sua versão anterior o Punch Box possuía o DNA e as características de um pedal com bastante ganho e com a atualização e a nova versão, essas características não só foram mantidas como amplificadas. O pedal oferece bastante ganho mas mesmo assim mantém uma definição interessante nas notas sem embolar o timbre. A evolução na seção de equalização tem uma enorme parcela de responsabilidade nessa melhora. Se eu pudesse utilizar uma analogia audiovisual, eu diria que a versão anterior era em VHS e a atual em Blu-Ray.

Em termos de ganho, o pedal entrega uma tonelada. Vai atender aos músicos que precisam de altas doses de distorção mais sem abrir mão da definição. Músicos de metal e hard rock estarão muito bem servidos com esse pedal. Uma coisa que normalmente pedais com muito ganho não oferecem é dinâmica e com isso acaba sendo difícil de utilizar esses pedais em determinadas circunstâncias. Guitarras com captadores single coil normalmente sofrem com esse tipo de pedal, inclusive por conta do ruído. Eu testei o Punch Box em diferentes instrumentos e ele se saiu muito bem nessa questão, me surpreendendo em quão versátil ele pode ser. O pedal trabalha muito bem em todo o range do controle de ganho e limpa muito bem com o volume da guitarra, proporcionando uma versatilidade bem interessante.

A seção de equalização é a grande sacada do pedal e ajuda na versatilidade citada a cima. Os controles de graves e agudos tornam a nova versão bem mais completa que a anterior. Os controles são bem musicais sendo úteis em todo o seu curso. Além disso a adição da chave de médios foi uma boa surpresa. Facilita muito na adequação do pedal a diferentes setups e especialmente na utilização ao vivo. Os médios interagem bem com os controles de graves e agudos tudo de maneira muito musical.

A nova versão do Punch Box chega ao mercado para oferecer um pedal de alto ganho com uma versatilidade não tão comum a pedais do mesmo gênero. Mesmo para mim que não costumo utilizar pedais com tanto ganho, o pedal se mostrou bastante útil e versátil. Tenho certeza de que vai agradar muita gente e vai continuar sendo um dos pedais mais vendidos da Fuhrmann.

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Punch Box é bem fácil de usar. Depois de adequar a seção de equalização do pedal ao seu setup e só sair tocando e partir para o abraço. E caso seja necessário algum ajuste ao vivos, os controles são muito intuitivos e especialmente a chave de médios se torna bem útil.

 

Regulagem Favorita

Volume: 12:00h

Drive: 10:00h

Bass: 12:00h

High: 13:00h

Switch: Meio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *