Review: Riff Raff MKII Tsakalis Audioworks

Glacial Zenith II
novembro 29, 2018
Qual o melhor pedal lançado por um fabricante Nacional em 2018?
dezembro 2, 2018

Review: Riff Raff MKII Tsakalis Audioworks

Acabamento/Construção/Embalagem

A Tsakalis Audioworks é um fabricante da Grécia e o Riff Raff é o segundo pedal que analisamos da marca (Dá uma olhada no review do Ocean, que é um BAITA reverb!). O acabamento do pedal é muito bom. A pintura é muito bem feita (um verde que tem tudo a ver com o timbre), com uma combinação bem legal com os knbs creme e todas as inscrições no pedal são fáceis de ler e entender. O resultado geral é bem legal!

A construção do pedal é sólida e se utiliza de bons componentes. A montagem da placa é simples, toda feita à mão e é bem feita. Incomoda o excesso de cola que o fabricante usou na parte de interna do pedal. Não que haja algum tipo de prejuízo, mas poderia ter sido melhor executado. Os jacks para entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal e a entrada para fonte de alimentação fica na parte “superior” do pedal. O Riff Raff pode ser alimentado por fonte(9v padrão Boss) ou bateria de 9v..

A embalagem é simples com uma caixa adesivada na parte superior com a logo do fabricante e informações sobre o pedal (como modelo e número de série). Acompanham o pedal um manual (simples e objetivo, contendo informações técnicas sobre o modelo) um catálogo com os modelos da marca e uma palheta.

 

Timbres

O Riff Raff é um overdrive de dois canais com controles de volume e ganho independentes para cada canal e o controle de tonalidade compartilhado entre os dois. Essa configuração tem sido bem comum e diversas marcas tem lançado pedais com essa mesma idéia, e sem dúvida o torna uma opção bem interessante para se ter no pedalboard. Se fosse para definir o pedal de maneira resumida, eu diria que se trata de um “TS” com um toque de modernidade.

A opção de se ter dois overdrives numa única caixa é uma mão na roda. Isso proporciona uma versatilidade bem interessante e abre um leque de opções bem interessantes para o músico no palco. Você pode configurar o primeiro drive com baixo ganho e o segundo para solos com mais ganho e mais volume, sem alterações no timbre. Se quiser acrescentar ainda mais ganho ao segundo drive, basta deixar o switch de boost acionado. Usei bastante o primeiro overdrive (canal verde) para sonoridades de crunch e guitarras mais rítmicas e acordes abertos. O timbre oferecido foi “quente” e “macio”, com aqueles médios “crocantes” (Eu sei, são muitas aspas e muitas expressões esquisitas para se descrever um som…).

Usar o segundo overdrive (canal vermelho) com mais ganho e volume levou o timbre da guitarra para outro patamar. Fui capaz de executar bases com mais peso e punch e algumas partes lead com mais sustain e corpo no meu timbre. E isso com apenas uma pisada. O Riff Raff se comportou muito bem com diversas guitarras com a qual foi testado. Tanto com Single Coils como com Humbuckers o resultado foi muito bom. Particularmente, gostei muito do resultado dele com a minha Fender. Um ponto a se discutir é o controle de tonalidade único para os dois canais. Se por um lado é prático, já que você pode ter o mesmo timbre apenas com variações de volume e ganho, por outro lado poder mudar a frequência dos canais aumentaria ainda mais a versatilidade do mesmo.

O Riff Raff tem a capacidade de se tornar um verdadeiro “canivete suiço” dentro do seu pedalboard. As sonoridades que podem ser extraídas do pedal são excelentes e ele pode ser utilizado de diversas maneiras. Ele funciona bem para diversos estilos e os dois canais podem ser utilizados de maneiras distintas em termos de ganho e volume. Controles de Tone diferentes por canal ampliariam essa versatilidade, mas não tira do pedal o mérito de ser uma ótima ferramente que vai agradar muita gente!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Riff Raff é um pedal bem simples de usar. Achando a posição no controle de tonalidade que mais lhe agrade, é só definir os níveis de volume e ganho dos dois canais. Se quiser diferenciá-los um pouco mais, acione o switch de boost para um pouco mais de ganho no cal vermelho. Os timbres de overdrive estarão lá prontos para serem utilizados de maneira rápida e direta.

 

Regulagem Favorita

Drive 1: 11h

Drive 2: 14h

Tone: 11h

Vol 1: 13h

Vol 2: 14h

Switch: Para cima

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *