Review: Sparkle Dynamic Overdrive Cornerstone Gear

Primeiras Impressões: Nettuno Fuzz Dophix
agosto 12, 2020
ROUS
agosto 19, 2020

Review: Sparkle Dynamic Overdrive Cornerstone Gear

 

Acabamento/Construção/Embalagem

A Cornerstone Gear tem um padrão de acabamento simples, mas bem eficiente. Já percebemos isso no Antique e a fórmula se repete no Sparkle. O acabamento é simples, com um visual bem minimalista, mas tudo bem executado. A pintura é excelente e as inscrições no pedal são bem visíveis. Um detalhe interessante é a logo do pedal no centro da arte, coisa que não é muito comum de se fazer. A escolha dos knobs também foi bem feliz e o visual, apesar de simples, é bem classudo.

A construção do pedal é absolutamente impecável. A placa é muito bem montada e organizada, se utilizando de bons componentes e um detalhe bem legal são os cabos que são utilizados no circuito, com as cores da bandeira da Itália (de onde o fabricante se origina). Os jacks para entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal e a entrada para fonte de alimentação dica na “frente” dele. O Sparkle não possui a opção de alimentação por bateria. Um ponto que é importante esclarecer é a chave 9/18v que existe nesse modelo. A alimentação deve ser SEMPRE com 9v. A conversão para 18v é feita internamente pelo circuito do pedal, então você não precisa de uma fonte com saída específica para aproveitar todos os recursos do mesmo.

A embalagem é simples mas ao mesmo tempo condiz com a proposta do produto e do fabricante, valorizando o produto final. A caixa é na cor marrom (que parece madeira) com uma faixa branca mostrando o slogan do fabricante, o nome do pedal e a logo da Cornerstone. O pedal vem muito bem acondicionado, embalado num saco plástico, cum uma proteção extra vinda uns pedaços de papelão em tiras. Dentro da caixa ainda acompanham um cartão de visitas, um manual super simples e objetivo, palheta e adesivo.

 

Timbres

O Sparkle é um overdrive de médio ganho bem versátil e bastante responsivo ao seu instrumento e a sua pegada. Seja através do controle de volume do seu instrumento ou dosando a intensidade do ataque da palhetada nas cordas a dinâmica vai ser bastante responsiva, oferecendo boas possibilidades sem que seja preciso alterar as configurações no pedal.

Você pode utilizar o Sparkle como overdrive de primeiro ou segundo estágio que ele vai entregar bons resultados em ambas as posições. Apesar de ser um overdrive de médio ganho ele também trabalha muito bem com baixas quantidades de saturação, oferecendo u m timbre bem “transparente”. O range de ganho é bem interessante e ele também limpa bem com o controle de volume da guitarra, oferecendo ainda mais opções ao músico. Os controles de equalização funcionam muito bem, abrangendo uma ampla gama de frequências. Vale lembrar que o Sparkle não tem esse nome por acaso. Ele tem no seu DNA uma sonoridade mais aberta, com os agudos pronunciados. Por isso cuidado no controle dessa frequência, especialmente em guitarras equipadas com single coils.

O controle de ganho também oferece possibilidades bem interessantes, possibilitando que o Sparkle possa ser utilizado em diferentes funções dentro do pedalboard. Ele pode trabalhar como um overdrive de primeiro estágio, com o ganho lá embaixo, proporcionando aquele timbre “transparente” que tanta gente gosta, especialmente com single coils. Ao aumentar o ganho o pedal vai oferecer uma sonoridade excelente para diversas vertentes do rock. Se você utilizar uma guiitarra com humbuckers então, facilmente o timbre chega numa onda Hard Rock com facilidade. E esse DNA de sonoridade mais aberta vai ser bem útil na função de destacar o timbre da sua guitarra na mix. Outra ferramenta interessante do Sparkle é a chave que muda a voltagem do pedal internamente de 9 para 18v. O resultado é bem perceptível, acrescentando mais volume e corpo ao timbre quando o switch está posicionado para 18v.

Se você gosta de overdrives com essa característica de uma sonoridade mais aberta, o Sparkle vai lhe agradar bastante. Ele entrega ótimos timbres e uma versatilidade bem interessante, com controles de equalização bem efetivos.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Sparkle é simples de se usar e rapidamente você encontrará bons timbres nele.Os controles são de fácil compreensão e utilização e a “chave” do pedal será domar os agudos dele, ir acrescentando essa frequência no controle highs até encontrar a sonoridade que mais lhe agrade e que se adeque de melhor maneira ao seu instrumento.

Regulagem Favorita

Vol: 12:00h

Gain: 13:00h 

Bass: 14:00h

Highs: 14:00h

Switch: 18v

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *