Review: Tap-A-Whirl Cusack Music

Futura Multiparametric Envelope Chorus
março 28, 2019
Dark Arts
abril 1, 2019

Review: Tap-A-Whirl Cusack Music

 

Acabamento/Construção/Embalagem

A Cusack Music é uma empresa que já está no mercado há bastante tempo mesmo não sendo tão falada como outras empresas. Os seus pedais passaram por diversas fases de acabamento e posso afirmar que esta é a melhor fase dos pedais da empresa. O acabamento do Tap-A-Whirl é muito bem executado, com uma ótima pintura e todas as inscrições do pedal muito bem feitas. Claro que pela quantidade de controles o visual acaba ficando um pouco poluído e a falta de inscrições nos knobs Option e Wave deixa as coisas um pouco “soltas”. Eu entendo que seria impossível ser diferente, já que eles podem exercer diferentes funções de acordo com a configuração, mas para alterar esses knobs ao vivo, sem o manual, é bem chato.

O padrão de construção da empresa é excelente. A placa do Tap-A-Whirl é muito bem montada e se utilizando de ótimos componentes. Todas as entradas e saídas ficam na parte da “frente” do pedal: Entrada e saída de áudio, entrada para fonte de alimentação (fonte padrão Boss, centro negativo) e uma entrada RCA para um controlador externo de tap tempo (caso seja desejo do músico utilizar).

A embalagem é no padrão “caixa branca com adesivo do fabricante”. O pedal vem embalado num saquinho de pano e acompanham o pedal um manual de uma página com todas as informações sobre controles e possibilidades que o pedal pode oferecer. Além disso o pedal veio repleto de “mimos”. Adesivo, broche, palheta e um charmoso abridor de garrafa (!). Não fosse pela caixa ganharia nota máxima fácil, fácil.

 

Timbres

Tremolo é sem dúvida um dos meus efeitos favoritos. Na minha opinião ele oferece uma sensação de movimento único na música. Mesmo sendo um efeito simples ele pode oferecer distintas sonoridades e nisso o Tap-a-Whirl se destaca pelo número de opções oferecidas. É certo que nem todo mundo precisa de tantas opções em um pedal de tremolo, mas quem precisa já sabe onde procurar.

O Tap-a-Whirl oferece uma sonoridade suave e cativante. Tanto em sons cleans como com timbres saturados ele respondeu muito bem, proporcionando a diferenciação que eu buscava quando acionei o pedal. Em configurações baixas de velocidade com o controle de profundidade destacado o timbre ficou “vivo”, se destacando na mix pelo “movimento” que eu citei anteriormente.Para sonoridades mais rítmicas o pedal também funcionou muito bem, com a famosa sonoridade de helicóptero e diversos tipos de onda que mudam bastante a “cara” do efeito. Também é muito útil o efeito “brake”, que consiste em ao se pisar continuamente no footswitch de tap, a velocidade desacelera até o momento em que o foot for liberado. Se o movimento for feito novamente, a velocidade aumentará até o foot deixar de ser pressionado. Isso foi bem útil ao vivo, para mudanças de velocidade durante uma passagem específica. Fica bem legal.

Os diversos formatos de onda também oferecem uma boa variedade de sons. Acho difícil alguém utilizar os 24 tipos que o Tap-A-Whirl oferece (afinal, são 24!!!), mas se você quiser e gostar de explorar novas sonoridades, esse pedal pode proporcionar momentos bem interessantes. A capacidade de salvar presets também é bem útil, devido a quantidade de opções e controles, deixar tudo já setado. Você é capaz de salvar um preset para cada forma de onda, o que oferece uma boa possibilidade de sons. Se você não quiser utilizar os presets, pode configurar o pedal para o modo “live” e mudar os controles como quiser sem se preocupar em armazená-los em bancos.

São realmente muitas opções, Tantas que até levanta o questionamento se eram necessárias tantas. Mas a verdade é que o Tap-A-Whirl não decepciona em nenhuma delas. Seja numa abordagem mais rítimica ou apenas para a intenção de oferecer movimento ao som, ele se sai muito bem. É um pedal revolucionário por ter sido o primeiro Tremolo com tap do mercado e essa já é a terceira versão do modelo, o que mostra o quanto o fabricante se preocupa em manter as suas criações atuais e relevantes. Baita pedal legal da Cusack!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

Esse é um dos pedais mais complexos que eu já utilizei e analisei. A quantidade de controles e possibilidades é tanta que, para extrair o que o pedal tem de melhor, é preciso ter o manual ao lado durante o processo de aprendizagem. Meu conselho é que você explore tudo, modos, ondas , configurações e salve em presets. Entendendo como tudo funciona, você vai poder extrair o que o pedal tem de melhor, e não é pouco. Mas o processo será um pouco demorado e a curva de aprendizado longa. Mas vale a pena explorar cada recurso desse pedal.

 

Regulagem Favorita

Option: 12:00h

Level: 15:00h

Rate: 13:00h

Depht: 11:00h

Wave: 12:00h

Bank: A

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *