Review: Tentacle Earthquaker Devices

Vlog: O Julia é o melhor chorus do mercado?
junho 9, 2020
Jim Tonic
junho 15, 2020

Review: Tentacle Earthquaker Devices

 

Acabamento/Construção/Embalagem

Os pedais da Earthquaker Devices não são novidade por aqui. Já analisamos vários e o nível do fabricante se mantem altíssimo, como é o caso do Tentacle. A arte do pedal é muito bonita e a escolha de cores foi muito feliz, já que proporciona ao pedal um visual bem “vivo”. A ausência de knobs deixa o visual mais limpo oferece a possibilidade para que você aprecie bem a arte do pedal. Tudo com muito capricho e sem nenhuma falha que comprometa o resultado final.

A construção é interna é simples mas nem por isso deixa de ser caprichada. A placa é muito bem montada (sem excessos) e usa bons componentes. Os jacks para entrada e saída de áudio ficam na parte “da frente” do pedal assim como a entrada para alimentação dele. O Tentacle só pode ser alimentado via fonte (centro negatico) 9v.

As embalagens da Earthquaker mantém o nível do seus pedais e são lindas. Além disso, acompanham o pedal (que vem embalado num bag de pano): adesivo, manual, palheta, catálogo, manual… Eu nem sei como cabe tanta coisa dentro daquela caixa! Mas é um exemplo de como os fabricantes podem (e devem!) tratar seus produtos!

Timbres

Pedais de fuzz com oitava eram extremamente populares quando do surgimento dos pedais de efeito. E apesar de muita gente gostar do efeito, são poucos os que usam com regularidade nos seus pedalboards. Obviamente que é um efeito mais específico, que não dá para usar em todo tipo de música, mas ter um pedal como o Tentacle no pedalboard pode ser uma ferramenta bem interessante.

O efeito de oitava do Tentacle é o mesmo que existe em outro pedal do fabricante, o Hoof Reaper (saudades…). Agora você pode usar o efeito de oitava em qualquer outro fuzz ou overdrive. E quando você aciona o pedal é pura satisfação! Se você gosta de fuzzes e desse tipo de sonoridade de octave fuzz, vai se sentir em casa. Para quem não está familiarizado com o efeito, ele não funciona como um Whammy ou um pitch-shifter. Ele vai adicionar muito mais cor e textura ao seu timbre! O efeito da oitava vai ficar mais pronunciado a partir da 12ª casa do seu instrumento e com o captador do braço. Nessa região o Tentacle vai brilhar, especialmente quando somado a um fuzz ou overdrive. Ele trabalha muito bem dessa forma (somado a outros pedais de saturação) proporcionando timbres bem legais. Ao tocar acordes com ele você entrará no (desafiador) território dos ring modulator.

Eu sei que esse tipo de efeito não é tão popular hoje em dia, nem dá para utilizá-lo em todo tipo de som. Mas se vocêr gostaria de adicionar um pedal ao seu pedalboard para dar uma cor diferente ao seu timbre, considere o Tentacle. Especialmente se você gostar de fuzz. Aí as coisas ficarão bem divertidas e seu timbre agradece!

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

Acho que não dá pra ser mais simples que o Tentacle, certo? Sua definição de “Plugar e Tocar” foi atualizada com sucesso!

 

Regulagem Favorita

Footswitch: on

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *