Review: Eighty 7 Preamp/Overdrive Lawrence Petross Design

Mr. Moto
setembro 4, 2018
Novidade Dantas Handmade!
setembro 6, 2018

Review: Eighty 7 Preamp/Overdrive Lawrence Petross Design

Acabamento/Construção/Embalagem

Esse é o segundo pedal da Lawrence Petross Design (LPD) que analisamos e é bacana ver que o fabricante possui um ótimo padrão de qualidade. O Eighty 7 possui uma ótima pintura na cor preta (com um suave acabamento sparkle) e as inscrições na cor branca, o que facilita bastante a visualização de cada controle e sua função.

A construção é bastante sólida, com uma placa impecavelmente construída e componentes de primeira. A entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal enquanto a entrada para fonte de alimentação (centro negativo, padrão Boss) fica na parte “superior”do pedal. Não existe a opção de alimentação por bateria. Os knobs são bem firmes com acabamento na cor branca e a chave no centro pedal é de fácil acesso, mesmo estando localizada entre os knobs. O led indicando que o pedal está ligado muda de cor de acordo com a posição da chave.

A embalagem é no padrão caixa branca com adesivo do fabricante que tanto vemos por aí. Acompanha o pedal uma folha explicando de forma breve as características sonoras do pedal. Tudo muito simples.

 

Timbres

A proposta sonora do Eighty 7 é proporcionar ao guitarrista as sonoridades clássicas de Marshall bastante utilizada por guitar heroes na década de 80. A base dessa sonoridade é o amplificador JCM 800. E para isso o modelo oferece três bandas de equalização, além de controles de volume, ganho e presence. Isso torna a abordagem bem próxima a de um amplificador.

A seção de equalizacão do Eighty 7 é particularmente interessante. Com ela você será capaz de ajustes diversos, adequando seu timbre a diferentes guitarras e amplificadores. O range do controle de ganho também permite que você vá de timbres crunch a sonoridades de metal clássico, ainda mais quando trabalhado em conjunto com os dois modos do pedal. Aliás, os dois modos são a grande sacada desse pedal. Reforça a impressão de se estar trabalhando num pedal baseado num amplificador.

O modo “verde”oferece uma sonoridade mais percursiva e dinâmica, ótimo para timbres de Blues e Rock’n Roll! Ele oferece bastante corpo e limpa extremamente bem quando trabalhado em conjunto com o controle de volume da guitarra. O modo “vermelho” possui mais ganho e é mais comprimido e vai agradar quem curte timbres mais pesados. Ficou ótimo em power chords com a técnica de palm muting. Nesse modo também é possível extrair bastante sustain. É uma pena que esses modos não sejam acessíveis e cambiáveis através de um footswitch. Traria ainda mais versatilidade ao pedal!

Se você curte sonoridades Marshall esse pedal é um tiro certo. É curioso como os dois pedais da empresa com timbres Marshall soem tão diferentes por se tratar de amps diferentes ( outro você pode conferir aqui) . Isso mostra o cuidado do fabricante em procurar ser o mais fiel possível aos timbres em que o Eighty 7 se baseia. Sem dúvidas uma ótima opção para quem curte overdrives poderosos com sonoridades clássicas!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

A grande versatilidade do Eighty 7 é a sua seção de equalização. A quantidade de bons timbres que podem ser explorados por aqui é muito satisfatória e abrange diversas possibilidades. E isso se amplia quando utilizado em conjunto com os dois canais. No modo verde abuse um pouco mais nos médios/agudos e no modo vermelho, pode mandar ver nos graves! E bons sons!

Regulagem Favorita

Bass: 11:00h

Mid: 13:00h

Treble: 13:00h

Presence: 11:00h

Gain: 11:00h

Vol: 12:00h

Switch: Green

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *