Review: Ambient Reverb Fundamental Series Walrus Audio

Ambient Reverb Fundamental Series
19 de março de 2024
Germanium Preamp
21 de março de 2024
Ambient Reverb Fundamental Series
19 de março de 2024
Germanium Preamp
21 de março de 2024

Review: Ambient Reverb Fundamental Series Walrus Audio

Acabamento/Construção/Embalagem

A linha Fundamental Series foi criada para se tornar uma linha de entrada para os pedais da Walrus Audio. Sem abrir mão da qualidade sonora, ela oferece uma uniformidade no visual com um diferencial no preço. As artes da linha são bem simples e o Ambient Reverb segue a mesma proposta dos modelos anteriormente lançados. Apesar de simples, achei que a linha oferece uma proposta visual bem interessante, com uma ótima sacada na utilização de sliders ao invés dos tradicionais knobs, ajudando a diferenciar a linha não só dos demais pedais da empresa, como de todo o mercado.

A construção do pedal é muito boa, e conhecendo diversos outros modelos da empresa é muito bom perceber que apesar desse ser um pedal bem mais barato que outros da Walrus, eles mantiveram o mesmo padrão de construção para essa linha. A caixa é pouca coisa menor do que o tamanho “padrão” do mercado. A placa é muito bem montada e organizada, se utilizando de bons componentes. Os jacks para entrada e saída de áudio ficam na frente do pedal. A entrada para alimentação (9 volts, centro negativo) fica na lateral, do lado esquerdo do pedal. O Ambient Reverb é true by pass e possui uma chave de acionamento do tipo silencioso (soft switch). Os switches no lugar dos knobs não me incomodoram e eles possuem uma certa “dureza”, o que dificulta que eles mudem de posiçao em caso de uma batida involuntária nos controles.

A embalagem segue o mesmo padrão de outros modelos da empresa (sendo um pouco menor). A caixa preta com a logo da empresa em dourado oferece um visual MUITO legal. Um adesivo com o nome do modelo é utilizado na frente da caixa e em todas as outras laterias consta logo da empresa. Dentro, o pedal vem ebalado num saco plástico com um adesivo e um pequeno cartão informativo com informações básicas sobre o pedal com um QR code para o manual.

Timbres

O Ambient Reverb tem a proposta (como o próprio nome já deixa explícito) de oferecer sonoridades específicas do efeito para quem procura texturas e timbres de reverbs longos e que sejam capazes de entregar uma profundidade que não pode ser alcançada em certos tipos de reverb mais tradicionais. Sâo sonoridades massivas de reverb, que funcionam muito bem para certas necessidades e situações. Ele oferece três diferentes modos: Deep, Lush e Haze.

No modo Deep, o Ambient Reverb oferece uma sonoridade mais escura, o que é reforçada ainda mais pela presença de um octave down, criando uma atmosfera densa e um pouco mais sombria. Com o controle de decay no máximo o pedal entrega um som atmosférico denso, que funcionou muito bem com singles, combinando um timbre mais aberto do instrumento com o octave down do reverb. Claro que você pode equilibrar um pouco dessa “escuridão” com o controle de tonalidade, mas mesmo com ele no máximo, a oitava abaixo está lá para marcar presença o que é muito legal. No modo Lush, o timbre do pedal se transforma numa sonoridade mais  aconchegante e etérea, com um sustain bem longo. Pra mim foi o modo mais legal pra fazer uns “colchões” sonoros e swells. E curiosamente foi o modo que pra mim funcionou melhor com o decay em ajustes mínimos. Utilizei dessa maneira, também reduzindo o mix e combinando com overdrives com mais ganho e consegui ótimos resultados.

O modo Haze foi o meu favorito, pois entrega um timbre lo-fi com uma textura bem presente e oferecendo uma sonoridade bem característica. Em situações com uma regulagem alta no controle de decay, poder perceber o som do reverb se deteriorando com o tempo é muito divertido e musicalmente bem inspirador. Se você quer criar algo com uma proposta um pouco mais experimental, ou até mesmo numa pegada um pouco mais vintage, esse é o seu modo. Os controles do pedal são bem efeitovos. O controle de Tone, por exemplo, tem um alcance bem interessante, oferecendo uma variedade de opções que é muito bem vinda num pedla tão simples.

O Ambient Reverb entrega sons que num passado não muito distante só era possível encontrar em unidades de rack ou em pedais caríssimos. De maneira simples e rápida você tem timbres massivos de reverb, capazes de preencher todos os espaços e soando por “horas” (caso você deseje) ou entregando texturas lo-fi com uma sonoridade mais vintage. Alguns podem sentir falta de mais controles para ajustes mais finos no efeito. É um sentimento váliodo. Mas aqui eu acho que a praticidade ganha mais pontos, em detrimento de uma maior variedade nos timbres. Simplicidade sem abrir mão de qualidade. Esse é o lema do Ambient Reverb.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

Esse é um pedal super simples de se usar. Com apenas três controles, basta escolher o seu modo favorito e com pequenos ajustes, já dá pra sair tocando. Os três modos podem soar bem próximos, com detalhes que podem soar despercebidos a ouvidos mais destreinados dependendo do contexto musical e da maneira que serão aplicados. Mas cada um tem uma característica bem interessante que pode ser explorada de uma maneira diferente, apiando as possibilidades do pedal.

 

 

Regulagem Favorita

Decay: 01:00h

Tone: 12:00h

Mix: 12:00h

Mode: Haze

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349

Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349