Review: Eras Five-State Distortion Walrus Audio

JHS 3 series “Screamer”
12 de abril de 2022
Alchemy MKII
14 de abril de 2022

Review: Eras Five-State Distortion Walrus Audio

 

Acabamento/Construção/Embalagem

Desde o seu início, a Walrus Audio estabaleceu um altíssimo padrão de qualidade para seus produtos. Isso ajudou a empresa a se destacar no mercado e é algo que, obviamente, se mantém atualmente. O Eras é mais um ótimo exemplo disso. A cor num vermelho vivo ajuda o pedal a se destacar e a arte com um touro/Minotauro/criatura mitológica/sei lá que danado é isso, formou um conjunto bem legal. E eu acho particularmente interessante o fato de que, mesmo com a arte ocupando boa parte do pedal, as inscrições dos controles permanecem bem visíveis.

A construção também mantém o alto padrão de qualidade da empresa. A montagem da placa é muito bem organizada e utilizando bons componentes. Dá gosto de ver! Os jacks de entrada e saída de áudio ficam na frente do pedal assim como a entrada para fonte de alimentação. O Eras pode ser alimentado com fonte padrão (centro negativo, 9v) com um consumo de 100mA e não possui opção de alimentação por bateria.

A embalagem da Walrus é muito bonita e é padronizada pela empresa para todos os seus produtos. A caixa é preta com a logo do fabricante verde na parte superior e possui a indicção referente ao modelo que está dentro da caixa fica em uma das laterais do pedal. Dentro, o pedal vem embalado num saquinho de tecido branco com a logo do fabricante. Ainda acompanha adesivo, palheta e um manual simples mas muito bem ilustrado. Tudo no ótimo padrão já conhecido da empresa!

Timbres

O Eras segue a mesma idéia estabelecida pelo seu irmão mais novo, o Ages , só que elevando bastantes os níveis de ganho. Ele é um pedal de distorção, com 5 diferentes tipos de clipagem, o que oferece uma variedade interessante de sonoridades ao pedal. Os cinco tipos de clipagem são: LED hard clipping(I), silicon hard clipping(II), silicon e LED hard clipping (III), LED hard clipping (IV) e silicon hard clipping (V). Você deve ter notado que dois tipos de clipagem se repetem. A diferença entre eles vai ser a equalização, com os modos IV e V oferecendo um corte de médios mais profundo (são chamados pelo fabricante de modos rítmicos) e os modos I e II possuem cortes de médios mais leves.

A grande sacada do Eras é oferecer múltiplos “sabores” de distorção de alto ganho. As clipagens vão influenciar diretamente na equalização o que amplia bastante a quantidade de situações em que o pedal pode ser útil. Existe modo que é melhor para solos, existe modo que funciona melhor para palm muting, existe modo que possui os médios mais escavados… Tem pra todo gosto! O primeiro modo com clipagem LED tem uma resposta bem rápida, com um timbre bem equilibrado. Muito legal para bases. O segundo modo tem uma clipagem hard de silício e é o que oferece mais compressão no pedal. Os controles de equalização tem uma atuação importante e um alcance bem amplo das frequências que controlam (graves e agudas). Lembrando que todos os modos tem algum tipo de atuação nas frequências médias.

Os 5 modos do Eras soam muito bem. Até porque são bastante próximos em termos de sonoridade. É um pedal que foi projetado para sonoridades mais pesadas e agressivas, seja utilizando-o para bases ou solos. Os modos IV e V tem médios escavados mas o modo V soa mais cheio e quente do que o modo IV. São pequenas nuances que, numa primeira tentativa desatenta podem não fazer tanta diferença entre si, mas que quando colocados dentro do contexto de banda, são bem úteis na hora de ajustar o pedal a um encaixa adequado. O que eu realmente não curti no Eras foi o controle de blend. Pra mim é um controle que até faz sentido em um overdrive, mas num contexto com mais ganho, pra mim, não foi muito útil.

O Eras é um baita pedal de distorção e os seus modos ajudam a adequar o pedal a diferentes setups e necessidades. Pra mim ficou faltando uma opção que fosse bem diferente das demais em ternos sonoros, mas as opções que ele oferece vão ser bem úteis para quem precisa de maiores doses de ganho. De Hard-Rock a Heavy Metal o Eras será uma ferramenta útil e divertida na busca da sonoridade ideal. São cinco opções de distorção num único pedal. O difícil vai ser escolher só uma para utilizar.

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

Apesar da sua simplicidade (são poucos controles) eu recomendo a quem se aventurar no Eras investir um tempo estudando e entendendo as particularidades de cada modo e como eles soam e funcionam em diferentes situações. Isso vai tornar o processo de achar a sua sonoridade na hora de tocar com sua banda muito mais simples, sabendo o que o pedal pode oferecer.

Regulagem Favorita

Vol: 1:00h

Blend: 5:00h

Gain: 1:00

Bass: 1:00

Mode: III

Treble: 12:00h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.