Vamos falar sobre Custo x Benefício?

X1 Tube Preamp
novembro 2, 2018
Novos Micro Preamps!
novembro 6, 2018

Vamos falar sobre Custo x Benefício?

Uma das perguntas que eu mais recebo nas redes sociais do Pedais & Efeitos é: “Qual o melhor pedal custobenefício para… (Insira aqui diversos estilos musicais!) ?”. Escrito assim mesmo. Então vamos esclarecer algumas coisas sobre esse tal “custobeneficio”.

1. “Custobeneficio” são duas palavras e não uma. Incrível, certo? Mas é verdade. E se trata de uma relação. A relação custo x benefício foi criada para analisar os custos e os benefícios (aham) de uma compra, projeto ou proposta em termos monetários. Traduzindo: Serve para analisar se a sua compra valeu a pena pelo que ela vai lhe oferecer e pelo quanto custou a você;

2. Uma boa relação custo x benefício não quer dizer, necessariamente, um produto barato. É claro que o preço é uma parte importantíssima na equação, mas lembre da parte do benefício. Um produto barato vai resolver de vez o seu problema? Quanto tempo vai durar? O mesmo raciocínio deve ser aplicado a produtos mais caros. Imagine que você é um aficcionado por delays, que gosta de utilizar diversos recursos desse efeito. E aí você vai comprando, experimentando e vendendo diversos pedais mais “econômicos” na busca de um que se encaixe no seu gosto, pagando pouco. Mas ao fazer as contas, você pode perceber que já gastou uma pequena fortuna nesse processo, que daria para ter comprado o seu “delay definitivo” com o que foi gasto. Ou você quer comprar aquele overdrive outra-plus-mega-power e aí percebe, depois de se individar por dois anos, que podia ter resolvido com uma solução mais em conta;

3. Durabilidade é um quesito que deve ser levado em consideração na hora dessa análise. E com isso eu não quero afirmar que produtos mais baratos quebrem com mais facilidade, certo? Eu já tive produtos caríssimos que quebraram com pouco uso. Mas normalmente os produtos são mais caros por razões como qualidade de componentes envolvidos , desenvolvimento, etc. Uma boa pesquisa anterior a compra pode revelar algum histórico com outros que usam/usaram o equipamento. Nâo adianta o produto ser ótimo e durar 6 meses. Essa é uma péssima relação custo x benefício;

4. A percepção do que é caro ou barato, do que vale ou não a pena comprar é muito pessoal. Ninguém melhor do que você para saber a sonoridade que está procurando e o quanto pode pagar por ela. Então pedir opiniões, assistir reviews é sempre válido para uma formação de opinião coesa e embasada, mas a decisão final sempre deve ser SUA. Não abra mão disso. A percepção de custo x benefício varia de acordo com o bolso e gosto de cada um. Mesmo o erro faz parte do nosso processo de aprendizado e crescimento;

5. Cuidado com a Hype. Ela normalmente tem o poder de nos tirar de foco. Lançaram aquele pedal incrível que parece que foi feito para você? Respire fundo. Espere um pouco. Veja o que os primeirs usuários do produto tem a dizer. Escute sons. Compare com outras opções. E depois respire mais uma vez. Tenha certeza do que você quer antes de sair comprando. O seu bolso agradece!

 

*Leo Ximenes é Editor-Chefe do Pedais & Efeitos  e não acredita em hypes. E nem em Papai Noel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *