Review: Little Wah EFR Electronics

Overdrive e Fuzz da String Theory
outubro 18, 2018
Novo Amp da Mesa Boogie!
outubro 21, 2018

Review: Little Wah EFR Electronics

 

Acabamento/Construção/Embalagem

O Little-Wah possui um acabamento em preto fosco com uma pintura muito bem aplicada. Na “prancha” onde o pedal é pisado foi aplicado um material anti-derrapante, o que facilita na pisada do Wah. As inscrições no pedal são bem discretas. Na parte da frente ficam as inscrições de in, out e o nomo do pedal.

O Little-Wah é um verdadeiro tanque e passa a impressão de que vai durar MUITO tempo. É um pedal com um peso bem interessante, que até facilita na estabilidade na hora da pisada. A placa interna é muito bem montada e organizada, com ótimos componentes. Os jacks de entrada e saída de áudio ficam na parte da frente do pedal, enquanto a entrada para fonte de alimentação (9v dc, padrão boss) fica na lateral. O Little Wah só pode ser alimentado através de fonte O sistema óptico utilizado pelo fabricante também é excelente, já que evita aquele acionamento por chave, o que num pedal pequeno é bem mais chato.

A embalagem é realmente o único ponto em que a EFR Electronics deixa a desejar nesse primeiro quesito. O pedal vem acondicionado numa caixa branca genérica, envolvido num plástico bolha. Com um produto tão bacana nas mãos, o fabricante poderia dar uma atenção melhor a essa parte e agregar ainda mais valor ao seu produto.

 

Timbres

Não se deixe levar pelo tamanho. Esse pequeno tem som de gente grande! O Little Wah tem um voicing bem destacado e pode ser usado até como um filtro, graças a ausência de mola na “prancha” do pedal. Ele trabalha bem tanto nas frequências mais graves quanto nas mais agudas.

Deixar o pedal acionado numa posição específica pode oferecer aquela sonoridade “anasalada” ótima para destacar alguma passagem ou para um timbre diferente num solo. O pedal funcionou tanto em bases limpas para funk/soul como em conjunto com pedais de fuzz e drive para passagens com sonoridades mais nervosas. O cuidado fica para as frequências mais graves, onde você vai ter que achar o equilíbrio de onde o pedal é desligado e onde começa a atuar. Mas certamente essa questão desaparece com o tempo.

Obviamente o grande chamariz do Little Wah é o seu tamanho (como destaca o nome do produto), mas ele vai além disso. É um Wah com ótima sonoridade, que não deixa nada a desejar a seus irmãos maiores. É capaz de estar presente em qualquer pedalboard e desempenhar um ótimo papel. Bem legal ver um pedal com essa qualidade sendo feita aqui!

 

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Little Wah é provavelmente o pedal mais “plug and play” que você vai usar. O desafio será apenas se acostumar ao tamanho do pedal e a sua pisada. Se você está acostumado com pedais “tradicionais”de Wah, pode haver um estranhamento no início, mas a adaptação vai ocorrer sem problemas.

Regulagem Favorita

Todas!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *