Entrevista: Ed’s Mod Shop

Rumble Fish Custom Bass Wah!
fevereiro 23, 2012
Fubar Bliss Fuzz
fevereiro 29, 2012

Entrevista: Ed’s Mod Shop

Todo mundo percebe que o mercado está ficando cada vez mais competitivo. Novas opções aparecem a cada dia e colocam mais dúvidas nas cabeças de guitarristas e baixistas. Dentro desse cenário a Ed’s Mod Shop vem fazendo um interessante trabalho de criação e customização de Pedais, em toda a cadeia de produção. Confira o papo que tivemos com o Ed Bonatto, o homem por trás da marca.

Ed1

Pedais & Efeitos: Como e quando você começou a se interessar por pedais?

Ed: Acho que lá por 1997 como guitarrista. Fui começando uma pequena coleção de pedais, a maioria Boss e MXR, que era o que havia disponível por aqui e basicamente o que eu conseguia ter alguma informação a respeito. De cara fiquei apaixonado com a qualidade dos timbres e a interação direta que o pedal de efeito possuía em relação aos multi-efeitos que haviam na época, e sinceramente, isso continua valendo pra hoje. A partir do momento que eu decidi que os pedais eram o meu caminho comecei a pesquisar mais e descobri lá por meados de 2000 o incrível mundo dos pedais de boutique, e aí eu pirei de vez, não só pelos incríveis timbres que eu ouvia pela internet mas pelo visual das caixinhas, nomes criativos, funcionalidades novas, propostas diferentes de cada fabricante, enfim, havia um cheiro de novidade no ar. Nesta mesma época eu comecei a ter interesse também em luthieria, e fui fazer o curso no B&H. Descobri que eles também ofereciam curso de eletrônica aplicado a pedais, e assim acabei fazendo os dois cursos, nem preciso dizer que o de eletrônica surtiu mais efeito, foi um pontapé inicial para que eu começasse a entender o funcionamento básico de um pedal e continuasse o aprendizado nessa área estudando e pesquisando por conta própria: comecei a fazer todos os pedais que eu conseguisse o esquema, montando, modificando e inventando, descobrindo o que soa bem e por que. Virou uma pequena obsessão, e o próximo passo foi de compartilhar com os outros o que eu estava fazendo.

Pedais & Efeitos: E quando descobriu que dava para ganhar dinheiro com pedais?

Ed: Não foi difícil fazer as contas de despesas, receita e lucro e descobrir que assim como a maioria dos produtos em que há alguma industria existe uma boa oportunidade para ganhar alguma coisa. Mas a minha abordagem ADM parou por aí, na verdade gosto de pensar que se você trabalha com algo que você gosta e acredita, trabalha feliz, de coração, o resultado do trabalho certamente será reconhecido . As pessoas percebem isso, te dão retorno.

 

img8441l Pedais & Efeitos: Como e quando decidiu criar a Ed’s Mod Shop?

 Ed: A Ed’s MoD ShoP já é a minha segunda marca de pedais, e a idéia foi nascendo enquanto eu ainda estava na primeira experiência: tinha várias idéias novas a serem postas em prática mas elas exigiriam mudar muita coisa, pensei melhor: mais fácil criar algo novo do zero do que modificar algo que já existe pra ficar exatamente como você quer (palavra de quem faz e modifica pedais!!). E então saí em carreira solo criando a Ed’s MoD ShoP com o conceito inicial de “Noise meets Art”. Cada pedal é tratado individualmente, cada pedal é exclusivo, pintado a mão, enfim, único. E claro, o som não fica em segundo lugar. Pesquiso e comparo direto os meus pedais com todos os boutiques gringos que eu consigo comprar ou pegar de amigos, posso dizer seguramente que estão andando igual se não mais… Dentro da sua proposta cada pedal procura soar bem coerente com o que a gente escuta nos discos, essa é a meta.

Pedais & Efeitos: Você também modifica pedais. Quando um guitarrista deve partir para uma “MOD”?

Ed: Eu diria que as MODs trabalham basicamente em três frentes diferentes:
1) adicionar funcionalidades;
2) melhorar/modificar alguma característica no som;
3) modificar aspectos técnicos
No primeiro caso a MOD consiste em acrescentar algum hardware no seu pedal que possa adicionar um ou mais comandos e expandir os sons que vc consegue tirar dele deixando-o mais versátil. Exemplo: colocar um knob de médios num Big Muff, ou uma chave de clipping num Tube Screamer ou ainda uma chave de feedback num Phase 90.
No segundo caso trata-se de modificar alguma característica do circuito, exemplo: você tem um pedal de distorção mas acha o som dele muito “ardido” ou “abelhudo” e quer consertar isso, a gente muda as freqüências e ganhos do pedal, “arruma a casa” como falamos na brincadeira, e no final consegue-se deixar o pedal com o som mais equilibrado e gostoso de ouvir. Outro exemplo: um pedal de modulação que apresenta uma queda de nível quando acionado (volume drop) – pode ser corrigido modificando alguns parâmetros internos do pedal. Converter um pedal de guitarra para baixo, ou vice versa.
O terceiro caso é técnico mesmo: um pedal com chaveamento eletrônico que vaza sinal com efeito em modo bypass, ou o cliente deseja fazer um rehousing (usar uma nova caixinha para abrigar o seu velho pedal, mudando o tamanho, disposição dos furos, etc), ou colocar True Bypass em um pedal sem esse recurso como é comum eu fazer em alguns Crybabys e Whammys, ou o contrário, adicionar um buffer em um determinado pedal, adicionar led, plugue para fonte ou trocar aquele plugue de fonte pequeno que é padrão nos RAT, DOD e EHX por um plugue de fonte padrão Boss. Enfim, aqui estamos falando de “pequenos grandes” detalhes que ajudam a melhorar performance de um pedal.
Sendo assim qualquer musico que possui um pedal stock e quer melhorar a performance dele em um desses sentidos que eu citei pode se beneficiar de uma MOD.

dsc0275jw

Pedais & Efeitos: Quantos pedais existem hoje na linha da Ed’s Mod Shop?

Ed: Ed’s Fuzz, Fuzz Stack, HeartBreaker OD, East Q, Cyclops Opticomp, HeartBlower Bass OD, Moby Dick Bass Fuzz, Pruneaux et Crème, SuperScreamer , Triton Envelope Filter, Spring Box (Reverb) e o Pookie Fuzz, sendo que esses 4 últimos eu ainda nem coloquei no site, são novidades. Então deu 12. Fora as idéias e projetos pra esse ano, deve crescer um pouco a variedade estou com várias idéias de circuitos de fuzz e drives novos, um tremolo óptico e um Univibe! E mais um looper-blender-preamp custom que esta saindo com o nome de Paraglider. Esqueci alguma coisa?? rsrsrs

img8471z

Pedais & Efeitos: Qual o seu pedal favorito da Ed’s Mod Shop?

Ed: Difícil dizer… gosto muito do Pookie Fuzz, é o pedal mais divertido de tocar, mas não é exatamente versátil. Se fosse pra levar um só pedal pra uma ilha deserta seria o HeartBreaker OD mesmo. Vai de Boost a OD e Fuzz, bem divertido também.

dsc0277ko

Pedais & Efeitos: Você é responsável por todo o processo de fabricação dos pedais, desde a confecção até a pintura personalizada de cada um. Quais são as implicações de ter todo o processo concentrado em você?

Ed:É um trabalho danado. Mas gosto de fazer dessa forma, é sempre uma grande satisfação quando termina a confecção de um pedal sabendo que você fez cada etapa transformando um punhado de peças em uma caixinha colorida que faz barulho e tem personalidade própria.
Até hoje em dia depois de centenas de pedais feitos fico na maior adrenalina na hora de ligar um pedal pela primeira img8474rfvez pra testar antes de enviar pra um cliente. Com o aumento da demanda eu já estou começando a otimizar os meus processos e terceirizar a confecção de placas de circuito impresso, que já estão com um layout mais fácil para montagem no gabinete. Estou estudando novas formas de acabamento para os rótulos, enfim, está tudo caminhando bem! Um exercito de um homem só funciona muito bem quando todos os soldados têm a mesma meta 😀 !

 

 

Pedais & Efeitos: Qual é o modelo campeão de vendas da Ed’s Mod Shop?

Ed: O HeartBlower Bass OD. Esse pedal tem feito a cabeça de muitos baixistas com um som de OD vintage tipo Ampeg, ele suja de uma forma que mantém bastante o punch do instrumento sem “espalhar”, imagino que isso seja um diferencial no som dele comparado com a maioria dos outros pedais de OD disponíveis pra baixo. É a versão do HeartBreaker OD (guitarra) dedicada para o uso no contra baixo.

dsc5450

Pedais & Efeitos: Qual o prazo de entrega para um pedal?

Ed: Demora de 20 a 30 dias. O que mais demora de fato são as diversas demãos de verniz automotivo que são aplicadas no pedal, tempo de secagem, lixa, polimento. É trabalhoso mas eu gosto bastante do resultado final dessa forma. Fica com um brilho bem particular em contraste com a maioria dos pedais que eu vejo por aí que são foscos ou opacos. Enfim, é a minha aposta no visual também como um diferencial, dá trabalho mas vale a pena! Nesse ano pretendo mudar um pouco a estratégia de produção, produzindo em pequenos lotes e vendendo a pronta entrega o que estiver disponível.

avatardop

Pedais & Efeitos: Deixe um recado para os leitores do Pedais e Efeitos.

Ed: Instrumento e amplificador de primeira linha são as duas prioridades na hora de construir um timbre legal. Não adianta comprar pedal para consertar o som de equipamentos que deixam a desejar, ou fazer coleção de pedais com um amp barato, você sempre vai soar tão bem quanto o amp permitir. Esse fato acontece com bastante freqüência. Outro fato que passa batido por muita gente: cabos. Use bons cabos (tanto os grandes – instrumento – pedal, pedal – amp, quanto os pequenos interligando os pedais)!! Um critério objetivo de fácil acesso pra medir cabos é a capacitância por metro linear. Quanto maior esse valor mais o cabo está escurecendo o seu timbre roubando agudos, perde articulação e alguns detalhes. É impressionante o que um setup de 4 pedais, guitarra e amp todo ligado com cabos ruins pode deixar o som morto. Um bom cabo não necessariamente é o mais caro, existem verdadeiras aberrações por preço de ouro, procure se informar sobre tabelas comparativas de capacitância entre marcas de cabo, e é claro, teste, use os ouvidos! Sempre!

 

Para conhecer mais sobre o trabalho da Ed’s mod Shop: www.edsmodshop.com

 

pee
pee

6 Comentários

  1. Paulo disse:

    boa tarde!

    Vi no seu site, que você faz mods em pedais.
    Tenho uma pedaleira Zoom G5 e preciso fazer uma modificação como esse cara fez neste site: http://ashbass.com/AshBassGuitar/Zoom/
    Ele criou um foot para poder mudar os “pacthes” com os pés e não com a mão.

    Aguardo sua resposta.
    Abs,
    Paulo Keppler

  2. […] designers são uma arte a parte. Confira aqui uma entrevista com a Ed’s Mod Shop  no site de nosso parceiro Pedais e […]

    [WORDPRESS HASHCASH] The comment’s server IP (69.170.134.164) doesn’t match the comment’s URL host IP (72.233.69.6) and so is spam.

  3. Morg JAZZigo disse:

    Da ED’s MOD SHOP, pro enquanto, tenho apenas o HEART BLOWER, o PRUNEAUX ET CRÈME, o CYCLOPS OPTICOMP e o incrível TRITON ENVELOPE FILTER. Sou baixista e entre meus quase 150 pedais (uns 80% de boutique e uns 20% de série modificados), não confio meus pedais a outro handmaker para reparos e/ou mods no Brasil. Ele salvou a vida e ainda melhorou a resposta do meu ANALOG MAN SUN FACE NKT275 WHITE DOT HIGH GAIN no contrabaixo, tenho mandado vários pedais de guitarra, em lotes, para bass conversion e/ou upgrade no circuito e devo mandar em breve o meu velho e magnífico MUSITRONICS MU-TRON III (o primeiro e mais famoso envelope filter do mundo), para conversão em true bypass e instalação de um lâmpada/LED. O cara é bom, corre atrás dos melhores componentes N.O.S. para seus circuitos, apesar da dificuldade de encontrá-los no Brasi, oferecendo pedais de boutique de primeira linha, a preços mais do que justos e acessíveis. Parabéns pelo seu trabalho, Ed! Sucesso, cara!

    Grande abraço,

    Morg JAZZigo
    De Brasília – DF

    P.S.: E esquece aquele lance de laquear móveis… continue nos pedais mesmo!!! KKKKK

  4. Claudio Rocha disse:

    Apesar de conhecer o Ed há muitos anos, só fiquei sabendo que estava fazendo pedais há uns 3… e só posso dizer que seus pedais são sensacionais… sempre com um diferencial ou uma sacada especial que o destaca dos outros que estão no mercado e, aos poucos, meu pedalboard está quase que inteiramente composto por Ed’s Mod Shop.

    O Heart Blower terminou uma busca por um pedal OD para baixo… o som é tão impressionante que não dá vontade de desligá-lo… desnecessário dizer que aposentei todos os outros pedais de OD…

    Parabéns Ed! Todas as coisas boas que estão acontecendo para você são fruto do seu talento, trabalho e dedicação, meu amigo.

    Abraço!

  5. William Fortunato disse:

    Parabéns mesmo pela matéria, ficou ótima, assim como o trabalho que o Ed faz!
    Tive a grata oportunidade de conhecer o Ed em 2010 e pessoalmente o ano passado, um cara super gente boa e bom amigo! Super aberto à sugestões e ideias. Possuo dois pedais da Ed’s Mod Shop, um Moby Dick Bass Fuzz e o recem concebido ParaGlider, um loop blender com possibilidades de parallelizar os dois canais de blender e ainda conta com um preamp animal. Ed’s Mod shop na cabeça e nos pés pessoal!

  6. Guto Vighi disse:

    Parabéns pela matéria, como amigo e cliente do Ed endosso e estou muito feliz com seu trabalho, que ocupa hoje em dia razoavel parte do meu pedalboard, não devendo nada aos equipos gringos da mesma categoria !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *