Novidades Hudson Electronics!
maio 20, 2015
Fuzz + Reverb!
maio 25, 2015

Entrevista: JL Pedais

Voltamos com nossas entrevistas! O nosso papo hoje é com o criador da JL Pedais, que vem fabricando ótimos efeitos e se destacando no nosso mercado!

Confira o papo!

capa3

Pedais & Efeitos: Jovino, muito obrigado pela entrevista! Como surgiu seu interesse por música e equipamentos musicais?

Jovino: Sempre curti música, e lembro-me muito de virar os discos, rebobinar fitas com caneta BIC de tanto ouvir e repetir.
O interesse inicial era de minha mãe, que queria que eu aprendesse guitarra com 7 anos de idade, mas não a ouvi, porém, aos 16 anos, com meu primeiro dinheirinho, decidi aprender contrabaixo julgando (erroneamente) ser o mais fácil para aprender (me ferrei).

Pedais & Efeitos: E como e de onde surgiu a ideia de fabricar pedais?

Jovino: Necessidade! Meu professor sempre me dizia: “Joviano, meu sonho é ter o pedal X… o som do contrabaixo é outro…”
Durante anos fiquei com aquilo na cabeça, até o dia que pensei: “vou comprar o pedal X”, e para minha desilusão só tinha nos EUA, e ali conheci o imposto de importação.
Foi ali então, após essa compra e muita conversa com amigos (hoje funcionários) que decidimos fundar a JL Pedais, com a finalidade de fazer com que outros músicos Brasileiros pudessem ter a pronta 10632609_315217281992280_4868060585986460200_nentrega, um produto nacional, com qualidade igual (ou superior) a muito “gringo” por ai.

Pedais & Efeitos: E como foi o caminho até chegar na JL? Quanto tempo você levou planejando a marca antes do lançamento?

Jovino: Desde a concepção inicial até o lançamento foi um árduo e longo caminho.
A JL nasceu de uma necessidade sonora pessoal somada um projeto de pós-graduação.
Nossa equipe de desenvolvimento passou vários meses pesquisando o que falta no mercado, o que já tem, como é o que já se tem, quem são, e o que o mercado quer/necessita.
Todo este estudo, somados ao desenvolvimento de alguns protótipos para teste sem compromisso levou cerca de 2 anos.

Pedais & Efeitos: A JL já tem uma linha bem grande de pedais. Você poderia falar sobre as características sonoras de cada um deles?

Jovino: São “meus filhos” e é difícil a gente falar de filhos sem se emocionar. Pensamos neles como uma família que se completa sem sobreposição e papéis.
Nos drives, pensamos em algo eclético, mas com características sonoras que nos remetessem ao nosso padrão de discos que costumamos ouvir.
No Phaser, a ideia foi trazer um pedal 2 em um que fizesse as duas tarefas com perfeição, e você pode perceber que a sonoridade dele em ambas funções tem características ímpares no mercado.
Como baixista de formação/performance, conhecedor das necessidades básicas da área, não poderia ficar sem lançar nada para contrabaixo. Vi que faltava no mercado um pedal que gerasse um som com muito Punch e alta definição. Então lançamos o Bluemoon, que é um pré-amplificador necessário para todo baixista que leve a sério seu som. Encontrei neste pedal tudo o que sempre quis e precisei.

Pedais & Efeitos: Como funciona o processo de Desenvolvimento na JL?

Jovino: Em resumo seriam estes passos: pesquisa de mercado, desenvolvimento, testes rigorosos, design e lançamento.

Pedais & Efeitos: Como é escolhido que tipo de pedal vai ser lançado pela marca?

Jovino: A equipe de desenvolvimento é toda composta por músicos exigentes, focados no universo musical. O processo sempre parte de pesquisas que apontem para a necessidade do novo projeto.
Definida a carência do músico, debatemos de que forma poderíamos supri-la e como aquilo ficaria legal antes de levar o projeto ao mundo da eletrônica.
Depois de definida meticulosamente a demanda, o produto e o design, lançamos o pedal no mercado. Inclusive este ano estamos lançando dois novos modelos que vão atender músicos exigentes.

10355014_346819675498707_3471788907765889251_n

Pedais & Efeitos: Qual é o seu pedal mais vendido?

Jovino: Todos eles têm saído com uma certa linearidade sem haver o produto estrela.
Todo mês tem “um centroavante” e no resumo do ano as vendas apresentam uma linearidade.

Pedais & Efeitos: Na sua opinião, qual o grande diferencial da JL?

Jovino: Sem sombra de dúvida é a qualidade. Buscamos atender aquele músico extremamente perfeccionista e exigente. Antes de irem para o mercado, nossos pedais passam por uma rigorosa e longa bateria de testes, assim como acontece nas indústrias automotivas de luxo. Nenhum pedal sai da empresa sem passar por este processo. Meus colaboradores reclamam que sou muito exigente, mas sei que isto é fundamental para oferecer um produto que possibilite 2 anos de garantia com a qualidade JL.
Outro fator que nos diferencia é o pós-venda. Não somos uma empresa que visa só o lucro, mas também o prazer no olhar do músico ao plugar seu instrumento, ligar o pedal e abrir o sorriso por ter encontrado aquele som que estava somente em seus sonhos.
Constantemente estamos recebendo contatos de músicos para os quais prestamos auxílio com informações sobre ligações, dicas de regulagens entre outros diversos assuntos relacionados à qualidade musical.
A garantia de 2 anos é a prova no compromisso da empresa com nossos clientes. A legislação garante 3 meses, mas já prevemos tudo o que pode acontecer com o pedal e tranquilamente garantimos 2 anos sobre qualquer defeito por causas naturais e/ou fabricação.

Pedais & Efeitos: E quais são os projetos futuros da JL? Pode nos adiantar alguma coisa, alguma notícia exclusiva?

Jovino: Estamos garimpando mercado, firmando parcerias artísticas e comerciais. A mais recente foi o Chico Martins, guitarrista do Dazaranha. Temos também eruditos da música que usam pedais da JL 10006267_289312261249449_8875138339168352616_ncomo o Lupa Santiago, que é Coordenador Pedagógico e Vice Diretor da Faculdade Souza Lima/SP.
Estamos também em contato com alguns músicos de renome nacional mas, mas não podemos revelar os nomes ainda. Só posso dizer que é coisa grande.

Pedais & Efeitos: Joviano, muito obrigado pela entrevista! Quer deixar algum recado pra os nossos leitores?

Jovino: Em nome da JL Pedais, eu quem agradeço à oportunidade de poder conversar um pouco com vocês, e venho lhes dizer para continuarem com esse trabalho que tem ajudado demais muitos músicos que cheios de dúvidas.
Aos nossos leitores, agradeço a leitura desta entrevista e também àqueles que já usam JL Pedais. Aos que ainda não a conhecem convido-os a assistir nossos reviews e assim que possível testar estes pedais, que temos certeza que vocês vão se apaixonar.

pee
pee

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *