Review: Antares VTR Effects

OFF1
13 de janeiro de 2022
Slövta
17 de janeiro de 2022
OFF1
13 de janeiro de 2022
Slövta
17 de janeiro de 2022

Review: Antares VTR Effects

Acabamento/Construção/Embalagem

O Antares é o quarto pedal dessa nova fase da VTR Effects e dá continuidade ao trabalho de identidade visual na linha de pedais da empresa, mantendo um certo padrão de identidade nos seus produtos, apesar das diferentes artes. O pedal é pintado na cor vinho e possui a arte de um camaleão  em uma “moldura”estampado na frente do pedal. Achei de maneira geral o visual bem escuro e também difícil de se enxergar os controles. É claro que com o tempo você se acostuma e isso deixa de ser um fator. De todos os pedais da empresa, esse foi o que eu menos curti o visual.

O acabamento mantém o mesmo padrão dos anteriores, sendo muito bem construído. A placa é muito robusta com bons componentes e sem sobras ou exageros de fios, cola, etc. Os jacks para entrada e saída de áudio ficam na “frente”do pedal assim como a entrada para fonte de alimentação. A fonte utilizada deve ser de 9v, centro negativo e o pedal consome 100mA. Então dê preferência a uma boa fonte isolada para trabalhar com esse pedal.

A embalagem é toda preta com a logo do fabricante em destaque com tamanho maior na parte superior e a logo nas outras faces. O pedal vem bem embalado num plástico bolha e dentro da caixa uma palheta com a logomarca do fabricante serve como “brinde”. O pedal não vem acompanhado de um manual, já que o fabricante optou por fazer um “vídeo manual”. É uma solução interessante, mas que não substitui a opção de um manual impresso ou em PDF para download, ainda mais em um pedal com tantos recursos assim.

Timbres

É bem difícil analisar um pedal com tantos efeitos como o Antares. E antes de me aprofundar nos efeitos em si, é preciso destacar o projeto, que é um marco no mercado nacional. Dava para imaginar pouco tempo atrás um pedal com 9 modulações, tap tempo, midi, com capacidade de salvar presets feito aqui? Então o mérito do Antares (como dos outros pedais da VTR) é inquestionável nesse aspecto. E na análise dos timbres em específico, é muito difícil um pedal com 9 efeitos agradar a todos em cada um deles e não seria diferente comigo. Para mim o Antares tem alguns efeitos ótimos, alguns bons e alguns regulares. Mas gostaria de ressaltar novamente que isso vai do gosto, da expectativa e da experiência de cada um com determinado efeito.

Oficialmente o Antares possui oito efeitos, mas podemos considerar que o pedal tem nove: Chorus (e Vibrato), Chorus com 4 vozes, Flanger, Phaser, Tremolo, Harmonic Tremolo, Envelope Filter e Lo-Fi. Eles são divididos em 2 grupos de 4 efeitos que podem ser acessados via footswitches do pedal. É um pedal que pode facilmente ser utilizado como único pedal de modulação em um pedalboard. Eu mesmo o utilizei dessa maneira diversas vezes. Ter todas essas possibilidades num único pedal é extremamente prático. O primeiro efeito que eu gostaria de destacar é o Vibrato que pode ser encontrado no primeiro modo de Chorus. Ele proporciona uma sensação de movimento com uma pegada lo-fi que eu adoro. Foi provavelmente o efeito que eu mais utilizei no pedal. Eu também gostai muito do Chorus com 4 vozes. É um efeito espacial, que parece ocupar todos os espaços, tornando o som da guitarra gigante. Também destacaria o Flanger, que é um efeito que eu gosto bastante. Utilizei o efeito no Antares de uma maneira bem vocálica e metalizada o que me proporcionou um timbre bem legal para utilizar com drives/distorções.

Não teve nenhum efeito no Antares que eu considerei ruim. Alguns como os tremolos (convencional e harmônico) foram prejudicados pela ausência de um controle de volume no pedal, que eu acho um ponto falho no projeto geral do pedal, que poderia ser corrigido numa atualização do software. Não é que a ausência desse controle torne o pedal inútil, longe disso. Mas traria mais eficiência a alguns efeitos e ajudaria outros a terem um destaque um pouco maior, caso seja a necessidade do músico. No caso do Phaser, se você for com a expectativa de encontrar aquela sonoridade mais tradicional do efeito pode se decepcionar, já que o fabricante optou por uma outra abordagem do efeito. E o Antares ainda tem algumas opções diferentes para um pedal de “modulação”. O Lo-Fi por exemplo, é um efeito totalmente fora da curva que se aproxima quase de uma distorção digital, que pode encontrar função nas mãos (e pés) dos guitarristas mais experimentalistas. E o Envelope Filter também não é o tipo de efeito que normalmente se encontra nesse tipo de pedal, mas que dá pra se divertir com ele.

Eu acho o Antares um bom pedal, que pode ser utilíssimo dentro de um pedalboard. Tem seus problemas, é verdade, e eles não podem ser minimizados. A falta de um controle de volume e a curva de aprendizado são desafios que precisam ser superados (no caso do volume, precisa ser resolvido)mas que para mim pelo menos, não ofuscam os méritos do projeto. Se você gosta de explorar diferentes modulações e se usa muitas delas no seu setup, pode ser uma ótima maneira de economizar espaço E dinheiro. Para sons mais tradicionais, ou timbres de modulação mais diferentôes, certamente você encontrará algo que te agrada no Antares.

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

A operação dos pedais da VTR nunca foi das mais fáceis. Se você acompanha nossos reviews, sabe do que estou falando. No Antares a coisa se complica um pouco mais por ser um pedal com tantos efeitos diferentes e os knobs mudarem de função de acordo com o efeito utilizado. Então é preciso investir realmente um bom tempo entendendo como o pedal funciona para extrair dele o melhor possível. Assim você conseguirá extrair o que esse pedal pode oferecer de melhor.

Regulagem Favorita

Depth: 12:00h

Rate: 10:00h

Blend: 5:00h

Fuel: 12:00h

Modo: CH

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349

Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349