Review: Haze Octave Fuzz Rad Custom Shop

3 novidades da JHS!
1 de dezembro de 2021
Nano Q-Tron
7 de dezembro de 2021
3 novidades da JHS!
1 de dezembro de 2021
Nano Q-Tron
7 de dezembro de 2021

Review: Haze Octave Fuzz Rad Custom Shop

 

Acabamento/Construção/Embalagem

O Haze faz parte da Vintage Series da Rad Custom Shop. Se trata de uma série voltada a efeitos clássicos, com circuitos que tem o objetivo de se aproximar dos timbres das décadas de 60 e 70 que tantos guitarristas amam. E essa linha também tem uma proposta visual bem diferente da linha padrão do fabricante. O pedal é pintado na cor preta e possui placas de metal fixadas no pedal onde constam todas as inscrições do pedal (Controles, Modelo e logo do fabricante). Achei uma solução visual interessante e bem diferente do tradicional.

A construção é bem eficiente, com uma placa bem montada e organizada e com bons componentes. Apesar da proposta “vintage”, o pedal é alimentado por fonte padrão(centro negativo, 9v) o que é uma mão na roda para colocá-lo no pedalboard. Os jacks para entrada e saída de áudio ficam nas laterais do pedal, assim como a entrada para alimentação (que fica ao lado do jack de entrada de áudio).

A embalagem mostra como a proposta dessa linha é ser realmente diferenciada. O pedal vem numa linda caixa de madeira com a logo do fabricante gravada na parte superior. Dentro, vem bem acondicionado entre espumas com um adesivo do fabricante. Passa realmente a impressão de você estar adquirindo um produto diferenciado.

Timbres

Se por muitas vezes pedais de fuzz são incompreendidos por possuirem timbres muito específicos, os Octave Fuzz sofrem por serem ainda mais específicos, apesar de ser uma sonoridade clássica. Não é o tipo de efeito que dá pra usar o tempo todo (obviamente dependendo do som que você faz, sem querer ditar regras aqui), mas que quando acionado entrega um diferencial bem interessante.

O Haze possui um switch que permite que o guitarrista o utilize de duas maneiras. Na posição “Fuzz”, o pedal vai entregar um timbre mais “tradicional”, com uma sonoridade bem suja e cortante. O controle boost (que é responsável pelo ganho do pedal) tem um alcance bem interessante, podendo oferecer uma sonoridade bem suja com a configuração alta no knob ou até ser utilizado como um “overdrive” não-convencional, girando o controle de boost no sentido anti-horário. Mas mesmo assim ele não perde a característica “fuzzy”. Mas para quem gosta de explorar diferentes texturas no timbre, vale experimentar. Para quem não sabe, o Haze é baseado no clássico Tychobrahe Octavia.

O modo “Octa” deixa o fuzz oitavado bem evidente, sendo ótimo para riffs e linhas melódicas com uma nota. As oitavas ficam mais aparentes quando é utilizado o captador do braço em regiões a partir da décima segunda casa da guitarra. E é assim que o Haze também flerta com sonoridades de ring modulator, especialmente se você se utilizar de acordes, reduzindo o controle de volume do instrumento. São sonoridades deferentes do “tradicional” mas que podem trazer possibilidades bem interessantes para o seu pedalboard.

O Haze é um pedal bem divertido para quem não tem medo de se arriscar em sonoridades menos ortodoxas. Eu sei que Octave Fuzz são clássicos, mas em tempos de “overdrives transparentes” e que guitarristas soam cada vez mais parecidos uns com os outros, um pouco de personalidade e desafio, fazem muito bem aos ouvidos. Mas um aviso aos corajosos que irão se arriscar nessa aventura: É um caminho (incrível) sem volta. E aos que já curtem esse tipo de sonoridade, vale a pena conhecer essa boa opção da Rad Custom Shop

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

O Haze é super simples e direto. É um pedal que vai funcionar de diferentes maneiras de acordo com a região no braço que você tocar e o modo escolhido. Então, apesar de simples, é um pedal que pode surpreender em sonoridades menos ortodoxas, proporcionando descobertas bem interessantes. Vale a pena explorá-lo ao máximo.

Regulagem Favorita

Volume: 12;00h

Boost: 2:00h

Modo: Octa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349

Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/peda8333/public_html/wp-includes/functions.php on line 5349