Review: Caverns v2 Keeley Electronics

NiCompressor
dezembro 6, 2018
Meteorite Fuzz
dezembro 9, 2018

Review: Caverns v2 Keeley Electronics

Acabamento/Construção/Embalagem

A Keeley Electronics é hoje uma das principais empresas do mercado e por isso seus produtos carregam uma responsabilidade e tanto. Dito isto, com o Caverns v2 a empresa faz jus a sua reputação. O acabamento do pedal é excelente com uma pintura impecável e uma bonita arte, que valoriza demais os pedais. A escolha de cores foi muito feliz, trazendo um visual clean e sofisticado ao pedal. Mesmo com o grande número de knobs é possível identificar de maneira fácil os controles. Os mais difíceis são os dois que ficam na arte do pedal e as opções dos switches, que são bem pequenos, mas nada que não se acostume com o tempo.

A construção do pedal é extremamente robusta. A placa é muito bem montada e com ótimos componentes. O fabricante oferece a opção do músico utilizar cabos TRS para operação em estéreo. Para isso é preciso alterar dip switches na placa para a posição para cima. Os jacks de entrada e saída de áudio ficam localizados na parte “superior” do pedal, assim como a entrada para fonte de alimentação (Padrão Boss, 9v.). O pedal pode ser alimentado apenas por fonte.

A embalagem da Keeley é personalizada repleta de desenhos de um circuito e com a logo do fabricante na parte superior. Nas laterais da embalagem constam a arte do pedal e o modelo e número de série. O pedal vem acondicionado num saco de tecido preto e acompanham o pedal um manual de instruções bem simples e funcional, palheta, adesivo e um cartão de visitas do fabricante. Tudo de muito bom gosto, mas uma vez fazendo jus a fama do fabricante.

 

Timbres

A idéia de integrar delay e reverb num único pedal é bem interessante. São efeitos que quase sempre estão juntos e tê-los numa única caixa é uma mão na roda que ajuda na questão de espaço no pedalboard, reduz o número de cabos, etc. Já existiam opções interessantes de pedais para essa função e propósito, mas o Caverns v2 ajudou a elevar um pouco a barra de qualidade, devido aos seus controles e opções.

O delay oferece de 40ms a 650ms de atraso, o que é suficiente para cobrir ótimas possibilidades de utilização. A sonoridade é inspirada nos delays analógicos, que é reforçada ainda mais com a adição de modulação ao timbre. A quantidade de modulação é ajustada por um pequeno switch abaixo dos knobs e pode ser selecionada entre suave, profunda ou desligada. A variação do efeito é controlado pelo knob rate. Eu preferi utilizar a modulação na configuração suave, com uma configuração baixa no knob rate. Isso cria um delay muito bonito, com uma profundidade bem interessante. O Caverns pode oferecer tanto um delay mais rítmico como um delay para ambiências. Óbvio que existem algumas limitações pela ausência de controles como tap tempo, mas as ótimas sonoridades compensam. O pedal funcionou muito bem tanto para sonoridades de slapback como para utilização de uma maneira mais percurssiva e rítmica.

O lado reverb do Caverns pra mim é ainda melhor. O pedal oferece três diferentes tipos do efeito: Spring, Modulated e Shimmer. O modo spring simula o efeito presente nos amps blackface e ele soa bem convincente. Quando você utiliza os controles de rate e warmth em configurações mais altas, o pedal oferece uma sonoridade de mola mais pronunciada. Com o controle de decay no máximo a reflexão fica mais pronunciada e eu me senti no meio de uma enorme catedral! O Modulated oferece uma sonoridade mais próxima aos mais conhecidos hall/room, dependendo de como os controles warmth e decay estejam ajustados. Numa configuração mais discreta, ele se aproxima de uma sonoridade mais discreta e em configurações mais ousadas, o Caverns oferece um bonito efeito “coral”, muito bonito e musical. O Shimmer é muito bonito e de acordo com as configurações, pode ficar em segundo plano de maneira suave ou inundar o seu timbre com vozes exuberantes. Mas mesmo nessas ocasiões ele soa muito bem!

Mas a grande diversão do Caverns é utilizar o delay e o reverb juntos, pois eles foram feitos um para o outro (pelo menos nesse pedal…)! O delay potencializa o efeito do reverb, que enriquece as repetições do delay ao mesmo tempo que pode suavizar as mudanças de tempo. Os dois efeitos trabalhando juntos oferecem uma sonoridade exuberante! E isso é que torna esse pedal tão divertido. Você pode utilizá-lo de maneira mais convencional, selecionando um delay e um reverb para serem usados de maneira mais convencional, ou pode transformar o pedal numa máquina de ambiências, e ele vai desempenhar essas funções de maneira igualmente excelente. Ótimo pedal!

 

Facilidade de Usar/Achar bons timbres

Os controles do Caverns não apresentam um grande desafio ao usuário, especialmente se ele pretender utilizar os efeitos de maneira independente.  São controles que existem na maioria dos pedais que possuem o mesmo efeito. O desafio maior será encontrar uma sonoridade ao utilizar os dois efeitos combinado, que não transforme o seu timbre numa grande confusão sonora, com tudo embolado e misturado. Por isso é interessante investir um tempo estudando como um efeito interage com o outro e quais as configurações ideais para se extrair o que eles podem oferecer de melhor. O resultado certamente valerá a pena!

 

Regulagem Favorita

Delay

Blend: 13:00h

Time: 13:00h

Rate: 12:00h

Repeats:

Switch: Off

Reverb

Blend:13:00h

Decay: 13:00h

Warmth: 13:00h

Rate: 12:00h

Switch: Modulated

 

1 Comentário

  1. Caio disse:

    Esse pedal é incrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *